Afundamento na pista de cruzamento pode causar problemas mecânicos em veículos - Foto: Eduardo Montecino/OCP Online
Afundamento na pista de cruzamento pode causar problemas mecânicos em veículos - Foto: Eduardo Montecino/OCP Online
Motoristas que precisam passar por cima dos trilhos da SC-108, a chamada “Rodovia do Arroz”, que faz a ligação de Guaramirim e Joinville, apontam riscos de acidente e problema aos automóveis. Os veículos “afundam” com as rodas nos trilhos, os condutores se obrigam a reduzir a velocidade e ocorre o risco do carro que vem atrás bater na traseira do veículo da frente. A situação é de conhecimento da Rumo ALL (América Latina Logística), concessionária da ferrovia, que diz depender do Deinfra (Departamento Estadual de Infraestrura) para consertar as estruturas de ferro.
Às 9h35 de ontem, na passagem do trem, veículos se mantiveram por cerca de oito minutos aguardando dos dois lados da pista. Quando o trânsito foi reaberto, era visível que os carros e caminhões era sacudidos de um lado e de outro ao cruzar a linha férrea. Nessas condições, o risco dos veículos apresentarem problemas de suspensão se torna constante.
O aposentado Romeu Jacomelli, 61 anos, que reside nas proximidades diz que há pelo menos oito meses o problema começou a ocorrer, sem que nenhuma providência fosse tomada. “Se o motorista vai parar e o outro não sabe, bate na traseira. Já vi muita roda quebrada e pneu furado ali”, afirma.
O caminhoneiro Aldovani Carlos Pinto, 34 anos, que transporta produtos para uma grande empresa de Jaraguá do Sul, garante que “se a gente passa rápido, parece que vai desmontar o caminhão.”
A Assessoria de Imprensa da concessionária Rumo ALL declarou por meio de um comunicado que “a obra em questão deve ser realizada em conjunto com o Deinfra (Departamento Estadual de Infraestrutura), responsável pela rodovia. A empresa já entrou em contato com o órgão há 90 dias para que a obra possa ser realizada”.
Ontem o OCP tentou entrar em contato com o superintende do Deinfra de Joinville, Ademir Machado, mas a informação é que ele estava em reunião e não retornou às ligações pelo celular.