Uma equipe da Defesa Civil e de canoeiros do Clube Kentucky fizeram mais uma limpeza de pilares da ponte Abdon Batista, sobre o rio Itapocu, que liga os bairros Vila Baependi e Czerniewicz ao Centro de Jaraguá do Sul. A ação ocorreu na manhã desta quarta-feira (21). Além de remover os entulhos represados nos pilares, foram cortados bambuzais e removida a vegetação sobre o pilar da antiga ponte. O trabalho foi acompanhado pelos diretores da Defesa Civil, Hideraldo Colle, e da Fundação Jaraguaense de Meio Ambiente, Normando Zitta Júnior. O diretor-presidente da Fujama comentou que a maioria dos resíduos encontrados nos pilares das pontes é de restos de bambus secos e até toiças verdes, que foram plantados nas margens dos rios e levados pela água com as enxurradas. Normando Zitta destaca ainda que a Fujama deve fazer um mapeamento destes bambuzais e iniciar um plano de corte para evitar problemas. O diretor da Defesa Civil, lembrou que, recentemente, a Defesa Civil foi chamada para retirar um bambuzal que caiu no leito de um ribeirão e represou a água, oferecendo risco de inundação a uma residência próxima. "O plantio dos bambus nas margens dos rios foi intensificado na década de 1980, principalmente, para embelezar estes locais", explicou. Limpeza rio bambuzal Desta vez, os servidores da Defesa Civil e voluntários do Clube de Canoagem Kentucky fizeram a limpeza ao redor e sobre o pilar da antiga ponte metálica, que ainda resiste mesmo após mais de 100 anos da construção da estrutura. Ainda no sábado, uma ação de limpeza em trecho do rio Jaraguá retirou uma tonelada de material do leito do rio. Leia mais:  - Limpeza de alicerces da ponte Abdon Batista fica para esta quarta   *Com informações e foto da assessoria de imprensa da Prefeitura de Jaraguá do Sul