No primeiro dia de funcionamento dos 10 novos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), instalados no Hospital de Retaguarda do Rio Maina, a ocupação segue intensa.

Uma parte das vagas já estão funcionando e sendo utilizadas por pacientes da região com complicações devido à Covid-19. Outra parte aguarda a regulação do Governo de Santa Catarina.

Há também moradores, com sintomas mais leves, sendo tratados no local, que possui capacidade para atender 60 pacientes nessa situação.

"Até o começo da tarde desta quarta-feira (10), havia 27 pessoas em tratamento e tinha previsão de chegar mais pessoas. Os leitos de UTI já estavam sendo ocupados por dois pacientes. Também recebemos solicitações de mais vagas hoje e o Estado está regulando", comentou o secretário de Saúde de Criciúma, Acélio Casagrande.

Os 10 novos leitos de UTI foram inaugurados a 0h desta quarta-feira pelo prefeito Clésio Salvaro e pelo secretário municipal, na presença dos Chefes do Executivo da Amrec e demais autoridades. A estrutura está sendo regulada pelo Estado de Santa Catarina e administrada pelo Instituto Harmone.