Com o objetivo de apoiar projetos que contribuam para a garantia dos direitos de crianças e adolescentes, o Itaú Social lança edital para destinação de recursos ao Fundo da Infância e Adolescência (FIA).

Os Conselhos Municipais dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) de todo o país, gestores dos Fundos, podem inscrever suas propostas até o dia 3 de agosto.

O edital FIA é elaborado conforme as orientações do Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente (Conanda) e selecionará propostas voltadas ao atendimento e acolhimento direto; elaboração de diagnóstico, sistema de monitoramento e avaliação de políticas públicas; capacitação e formação profissional; campanhas educativas; e mobilização social e articulação para a defesa dos direitos.

“É importante reforçar que os Conselhos devem selecionar e inscrever, conforme suas prioridades, a proposta que consideram mais relevante para atender as necessidades identificadas no município e garantir os direitos das crianças e adolescentes”, explica a coordenadora de Fomento do Itaú Social, Camila Feldberg.

Inscrição de projetos

Cada CMDCA poderá inscrever apenas um projeto, que já exista, ou que pretende iniciar, fundamentado nos diagnósticos locais e que seja executado por organizações da sociedade civil (OSCs) ou organizações governamentais.

Os valores disponibilizados para o edital são provenientes da destinação de 1% do imposto de renda devido das empresas do Conglomerado Itaú Unibanco Holding S.A.

Informações sobre o edital podem ser acessadas no site do Itaú Social: www.itausocial.org.br e as inscrições podem ser feitas no site www.prosas.com.br. O anúncio dos projetos selecionados está previsto para o último bimestre do ano.

Com informações da Fundação Itaú Social

-

Leia mais:

Ajude: escola que foi furtada em Guaramirim está precisando de doações!