O prefeito Dieter Janssen lançou na manhã desta sexta-feira a licitação que irá definir a empresa responsável pela construção da Via Verde, no bairro Ilha da Figueira. A concorrência pública contemplará o primeiro trecho da via, com extensão de 1,2 quilômetro, que vai da Estação de Tratamento de Esgoto do Samae da Ilha da Figueira, na rua Hedwig Bruns, até a ponte do Centenário, na Benildo Zanin. O trecho está orçado em R$ 3,7 milhões. Para custear a obra, o município irá utilizar R$ 2.965,600 em recursos do Ministério das Cidades em fundo perdido e os outros R$ 733.854,56 em contrapartida da Prefeitura. De acordo com Janssen, a expectativa é de que os envelopes da licitação sejam aberto no dia 30 de maio e que as obras tenham início ainda na primeira semana de junho. O contrato prevê 12 meses para a execução da obra, mas Janssen se mostra confiante a respeito da redução do prazo. “Se o tempo ajudar, não consideramos impossível a conclusão da obra até o final do ano”, comentou o prefeito durante a coletiva de imprensa realizada na Prefeitura. Para a construção do trecho, o valor das indenizações pagas pelo pode público municipal deve ultrapassar os R$ 1,5 milhões. Segundo as informações divulgadas, deste total, R$ 1,2 milhões já foram pagos e outros R$ 300 mil, envolvendo dois imóveis, estão em processo de negociação. https://www.youtube.com/watch?v=4RRIf6s14iQ&feature=youtu.be Mobilidade sem impacto ambiental O secretário de obras do município, Ivan Wolter, explica que a via verde não interfere na estrutura natural da região e, por isso, será construída no nível atual do terreno. Para proteger a estrutura e garantir que não haja danos às laterais do rio, a obra deverá incluir uma série de técnicas de proteção como, por exemplo, a construção de uma barreira às margens do rio utilizando o gabião (estrutura em formato de gaiola feita com grades e preenchida com pedras). “Essas estruturas tornam o custo da obra um pouco mais caro do que o tradicional. Até porque se elevássemos a via estaríamos correndo o risco de represar a água e gerar inundações”, explica Wolter. IMG-20160429-WA0058