Ao observar a campanha de divulgação do perfume Insensatez, da marca O Boticário, os jaraguaenses podem ter reconhecido um dos rostos em destaque na publicidade. O modelo é Wesley Felipe Schmitt, de 20 anos. Natural de Jaraguá do Sul, há um ano ele se mudou para São Paulo com o intuito de iniciar a carreira nas passarelas e seguir com estudos de dança e atuação.
Foto: acervo pessoal / redes sociais
Foto: acervo pessoal / redes sociais
Como a proposta do O Boticário com o Insensatez é oferecer uma fragrância sem determinação de gênero ao consumidor, a marca procurava para a campanha modelos que tivessem uma profissão ou hobby vistos com preconceito pela sociedade. Wesley enviou sua história e foi pré-selecionado.
Proposta da marca para a campanha é combater as diversas formas de preconceito
Proposta da marca para a campanha é combater as diversas formas de preconceito
“Eu sempre fui muito hiperativo e, na escola, isso era um problema. Para compensar, meus pais me matricularam no vôlei, futsal e na dança, onde me identifiquei. Os meninos viam com estranheza eu ser dançarino e muitos me excluíam, não queriam ser meus amigos. Com o tempo me acostumei e percebi que o importante é fazer o que se gosta, independente do julgamento dos outros”, declara o modelo.
Em ação no palco. Foto: acervo pessoal / redes sociais
Em ação no palco. Foto: acervo pessoal / redes sociais
De abrangência nacional, o trabalho já está abrindo outras portas para Wesley, que pretende continuar no mercado. “Agora é a hora de aproveitar o momento e os desafios que surgirem com qualidade e sabedoria, sempre estudando para me aperfeiçoar”, considera. A campanha, como ele relata, foi produzida em duas etapas. Um dia foi dedicado apenas para as fotos e o outro para um vídeo comercial onde o jaraguaense se apresenta. “Foi incrível, tem muitos profissionais envolvidos para fazer tudo acontecer da melhor forma”, comenta. https://www.youtube.com/watch?v=_--7oOk0iBI Mais sonhos, menos preconceitos Em 2016, Wesley protagonizou um espetáculo da escola de dança Cia das Artes, fazendo o personagem Peter Pan. Nesse ano, ele continua conciliando os estudos de dança e teatro com os testes para modelar. Quando morava em Jaraguá, o jovem não chegou a realizar trabalhos profissionais como modelo, sendo mais envolvido com a dança na cidade.
Como Peter Pan, junto a colega de palco. Foto: acervo pessoal / redes sociais
Como Peter Pan, junto a colega de palco. Foto: acervo pessoal / redes sociais
Sobre a importância da temática abordada pela marca, Wesley acredita que O Boticário foi feliz com a escolha e forma com que vem tratando-a. “O preconceito só atrasa a nossa evolução, faz as pessoas desistirem de seus sonhos, é coisa séria. Para resolver, acho que a mudança tem que começar por nós mesmos, com educação e respeito para lidar com as diferenças. Esse já é um grande passo para uma sociedade melhor”, conclui. - Matéria por Dyovana Koiwaski