A Secretaria de Assistência Social (SAS) e a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Joinville começaram nesta semana uma campanha de conscientização sobre como ajudar a população de rua na cidade. A ação "Não dê Esmolas! Ajude de Verdade" vai instalar placas de orientação em pontos estratégicos da cidade.

A primeira placa foi instalada nesta terça-feira (3) no semáforo da esquina da rua Anita Garibaldi com a avenida Getúlio Vargas pelo Departamento de Trânsito (Detrans).

O trabalho deve ser concluído em duas semanas, com a colocação de 45 placas na região central, nos bairros Anita Garibaldi, Bucarein e América.

As placas informam o telefone do Centro Pop e chamam a atenção da população para “ajudar de verdade”, encaminhando os pedintes para este espaço.

Aumento de moradores em situação de rua

A ideia surgiu com o aumento do número de pessoas em situação de rua no município, que já passou de 800. “Chegamos à conclusão que as esmolas incentivam essas pessoas a continuar nas ruas”, afirma José Manoel Ramos, presidente da CDL Joinville.

Para o secretário de Assistência Social, Vagner Ferreira de Oliveira, a principal orientação desta campanha é levar o joinvilense à conscientização de que pode ajudar de verdade a população de rua, mas sem esmolas.

“A partir do momento que a comunidade abre a janela do carro no semáforo e dá dinheiro ao pedinte, ela está ajudando a fomentar a permanência dessas pessoas nesta situação. Se a população quer ajudar de verdade, deve direcionar o pedinte ao nosso equipamento de abordagem social, o Centro Pop”, reforça Vagner de Oliveira.

O Centro Pop

O Centro Pop está organizado para atender aos moradores em situação de rua. Eles têm acesso a banheiros com chuveiros, lavanderia, salas multiuso (para atendimentos e atividades coletivas, como oficinas), cozinha, armários com chaves para guardar os pertences, refeitório e espaço de recepção/abordagem.

Essas pessoas podem, conforme a gravidade, ter acesso a lanche e roupas e são encaminhadas para confecção de documentos e para o Centro Público de Atendimento ao Trabalhador. Caso tenham interesse, elas têm, ainda, a possibilidade de prosseguir os estudos, com encaminhamento para a Secretaria de Educação, de acordo com a Prefeitura.

A equipe da unidade é composta por psicólogos, assistentes sociais, educadores, zelador e cozinheira.

O Centro Pop funciona na rua Paraíba, 923, no bairro Atiradores (perto da rodoviária).

Com informações de assessoria de imprensa.

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram

Facebook Messenger