Uma pesquisa realizada pela revista científica Nature Communications aponta que até o ano de 2050, parte da cidade de Joinville, no norte de Santa Catarina, pode desaparecer devido ao avanço do mar.

O estudo informou que atualmente cerca de 1,4 milhões de brasileiros vivem em áreas que sofrem risco de inundações e 1 milhão de pessoas estão localizados em ambientes que podem ficar completamente inundados.

Segundo a projeção, as áreas que podem ficar submersas em Joinville estão localizadas em volta da Baía da Babitonga e dos canais - podendo atingir parte da Ilha de São Francisco do Sul.

Fontes: Climate Central (áreas alagadas); OpenStreetMap e ESRI (mapas) / inclui áreas permanentemente submersas

Além da maior cidade do estado, outras quatro regiões brasileiras estarão sob risco iminente se o aumento do volume da água continuar: São Luís (MA), região da Baixada Santista (SP), Caraguatatuba (SP) e Rio de Janeiro (RJ).

De acordo com os pesquisadores, desde 2006, o nivel do mar subiu 3,6 mm por ano e, se continuar neste ritmo até 2100 o mar terá subido mais de 1 metro podendo invadir áreas costeiras deixando quase 300 milhões de pessoas desabrigadas.

Segundo a pesquisa, o aquecimento global irá continuar, porém, se houver diminuição das queimadas e das emissões de gases-estufa os impactos podem ser menores.

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram

Facebook Messenger