A Secretaria da Saúde da Prefeitura de Joinville iniciou nesta quarta-feira (9) a terceira etapa da vacinação contra a gripe, que contempla novos grupos prioritários.

Nesta fase, estão sendo imunizados profissionais das forças de segurança e salvamento, policiais, guardas municipais, integrantes das Forças Armadas e bombeiros. Conforme a Prefeitura, é necessário apresentação de documento que comprove a atuação do profissional.

Também serão vacinados presidiários, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas e funcionários do sistema prisional.

A nova etapa contempla, ainda, pessoas com comorbidades crônicas como doenças respiratórias, cardíacas, renais e hepáticas, diabetes, imunossuprimidos, obesos, transplantados, portadores de trissomias e de deficiências permanentes. Pessoas pertencentes a esse grupo deverão apresentar receita ou laudo médico.

Para pessoas com deficiência, é necessário apresentar laudo, ou declaração médica, comprovação do Benefício de Prestação Continuada (BPC) ou documento de aposentadoria da pessoa com deficiência.

Em outro grupo contemplado, estão os caminhoneiros, motoristas do transporte coletivo e trabalhadores portuários, assim como os indígenas que vivem em seus territórios.

Para vacinação, os caminhoneiros deverão apresentar carteira de habilitação nas categorias C ou E, constando a observação de exercício de atividade remunerada.

Já para os motoristas do transporte coletivo e de vans de fretamento, será necessário apresentar crachá da empresa que identifique a função.

Os portuários, por sua vez, deverão comprovar as funções de capatazia do porto, estiva, conferência de carga, vigilância de embarcações ou de bloco.

A imunização contra a gripe continua sendo realizada em todas as Unidades Básicas de Saúde da Família (UBSFs) ou na Sala de Vacinação da Vigilância em Saúde, que fica na rua Abdon Batista, 172, Centro.

Segundo a Prefeitura, a vacina contra a gripe continua disponível para as pessoas que fazem parte dos públicos já contemplados nas etapas anteriores, mas que ainda não se imunizaram.

Fazem parte desses grupos crianças com mais de seis meses e menos de seis anos de idade, gestantes, puérperas (mulheres que tiveram bebê há menos de 45 dias), profissionais da saúde, pessoas com 60 anos ou mais e professores das redes pública e privada.

A vacinação contra a gripe está sendo realizada paralelamente à imunização da Covid-19, mas é necessário respeitar o período de pelo menos 14 dias entre a aplicação de um imunizante e outro.

Fonte: Prefeitura de Joinville