Na última segunda-feira (24), o jardim sensorial do Parque da Inovação ganhou novas plantas. A revitalização foi feita pela Secretaria Municipal da Saúde em parceria com a empresária Denise Silva, que doou todas as mudas para a ação. A Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos, por sua vez, forneceu o adubo e cedeu dois funcionários que ajudaram no plantio.

Na ocasião, estiveram presentes a coordenadora do Programa Municipal de Plantas Medicinais e Fitoterápicos, Katrin Grützmacher, servidores e os voluntários que plantaram cerca de 500 mudas medicinais de espécies diversas. Entre elas, manjericão, centella asiática, maracujá, erva-cidreira, hortelã, insulina vegetal, guaco e lavanda. A manutenção do jardim ficará a cargo da equipe responsável pela limpeza do parque, além dos voluntários que também realizam frequentemente essa função.

Segundo Katrin, manter a área preservada e em boas condições gera conhecimento das plantas medicinais para toda comunidade. “A importância do horto medicinal no jardim sensorial é levar o reconhecimento das plantas medicinais para a população. Assim, é possível identificar a planta medicinal através de suas folhas, flores, galhos e caules, além de sentir o aroma delas”, afirmou a coordenadora.

Vale ressaltar, ainda, que os visitantes do Parque da Inovação têm papel fundamental ajudando na preservação da área, evitando arrancar ou danificar as plantas, de forma a zelar pelo patrimônio que é benéfico para toda a comunidade.