O Samae de Jaraguá do Sul tem expectativa de atingir a marca de oito mil toneladas de material reciclável coletado em 2021, quase 400 toneladas a mais do que o recolhido em 2020.

De acordo com o diretor presidente do Samae, Ademir Izidoro, "em 2020, mesmo com a pandemia enfrentada, foi possível manter alta a quantidade de material destinado à coleta seletiva no município".

E a engenheira responsável pelo setor de resíduos sólidos do Same, Morgana Decker, reforça a importância de a população entender que, destinando corretamente seus resíduos, além de gerar menos impactos ao meio ambiente, "estão proporcionando às famílias que trabalham nas cooperativas de reciclagem, melhor qualidade de vida e aumento na renda familiar com a venda dos materiais triados, promovendo uma maior inclusão social dessas pessoas", destaca.

Izidoro salienta que o município espera atingir a marca de oito mil toneladas de material reciclável coletados em 2021. "No ano passado foram 7632 toneladas e em 2019, 7689 toneladas. Em 2018, quando o programa teve início, eram pouco mais de 4640 toneladas", afirma.

Durante a pandemia, as pessoas criaram hábitos que antes não tinham, como, por exemplo, o delivery de alimentos e as compras online, o que geraram um volume maior de material para descarte.

Distribuição do saco verde

Mais 200 mil sacos verdes foram distribuídos no mês de março em Jaraguá do Sul. A distribuição começou no dia 1º e encerrou no último sábado (6).

A entrega é feita a cada cinco semanas, e são deixados cinco embalagens plásticas por estabelecimento.

Os profissionais da coleta seletiva fazem essa entrega quando recolhem os materiais recicláveis. Porém, caso não receba, basta entrar em contato com o Samae, pelo telefone ou WhatsApp 2106-9100.

A distribuição do saco verde é uma das fases do Programa Recicla Jaraguá, que tem a finalidade de ampliar o processo e melhorar a eficiência da coleta seletiva na cidade.

Todo material coletado é destinado às cooperativas de reciclagem credenciadas que recebem, fazem a triagem, separação, armazenamento e comercialização de resíduos reutilizáveis.

São 12 cooperativas credenciadas gerando emprego e renda para aproximadamente 120 pessoas.

*Com informações de assessoria de imprensa.