Os 142 anos de Jaraguá do Sul, comemorados nesta quarta-feira (25), evidenciam uma história de empreendedorismo forte na cidade que cresce ano após ano.

A estimativa do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) é de que Jaraguá do Sul tenha, neste ano, 170.835 habitantes distribuídos entre os mais de 35 bairros da cidade. E uma cidade grande e economicamente forte tem demandas em igual proporção.

Por isso, a equipe do OCP ouviu representantes da comunidade, do empresariado e do governo municipal, que apontaram as principais necessidades em diferentes setores e os projetos pensados para o município neste ano.

Educação, saúde e trânsito

Com uma presença forte na vida pessoas e um olhar clínico sobre cada bairro, as associações de moradores têm uma postura crítica, cobrando insistentemente ações do poder público nas diferentes regiões de Jaraguá do Sul.

A Ujam (União Jaraguaense das Associações de Moradores) centraliza e organiza as diversas associações fixadas na cidade e recebe, constantemente, apoio às demandas das comunidades.

O presidente da entidade, Valmir Ferreira Cristóvão, afirma que existem cinco principais eixos em Jaraguá do Sul, apontados pelas associações de moradores, que merecem e necessitam de mais atenção do município. Veja quais são:

  • Educação: atenção à região dos bairros Nereu Ramos e Ribeirão Cavalo com a construção de escolas e centros municipais de educação infantil. Essa região da cidade viu um grande avanço populacional nos últimos anos com a construção de condomínios residenciais, como Dante Menel e Ester Menel.
  • Trânsito: instalação de mais ciclofaixas, especialmente na região dos bairros Barra do Rio Cerro, Jaraguá 99 e Jaraguá 84, além da rua João Planincheck, no bairro Nova Brasília. Ainda relacionado ao trânsito, as entidades cobram melhorias nos pontos de ônibus da cidade.
  • Habitação: segundo o presidente da Ujam, as associações cobram uma postura mais proativa do governo municipal no sentido de buscar recursos a fim de investir em trabalhos sociais nos conjuntos habitacionais já consolidados na cidade e para aqueles que ainda serão construídos.
  • Obras: atendimento mais intenso no interior do município. Associações dessas regiões solicitam patrolamento e macadamização das vias com frequência;
  • Saúde: inauguração da unidade básica de saúde do bairro Jaraguá 84 que está concluído; e inauguração do posto do Jaraguá 84 que está há mais de dois anos com a construção concluída, além disso, pedem mais agilidade na recolocação de médicos nas demais unidades – especialmente pediatras.

Economia sustentável

Já para a Acijs (Associação Empresarial de Jaraguá do Sul), o município deve esforçar-se cada vez mais em criar ações que potencializem o desenvolvimento sustentável, assegurando assim a recuperação de indicadores econômicos e sociais apresentados por Jaraguá do Sul em anos anteriores.

De acordo com a entidade, a cada nova gestão, um mapa estratégico é produzido, com ações que devem ser desenvolvidas pela classe empresarial em parceria com o poder público e outros segmentos organizados da sociedade jaraguaense.

Neste sentido, a vice-presidente para assuntos da comunidade, Elisane Bender, destaca entre outras, cinco demandas que, para a entidade, podem ser consideradas diretrizes para o desenvolvimento com sustentabilidade. Veja quais são:

  • Desburocratização: mais facilidade nos processos de abertura de empresas e da legalização de novos empreendimentos para a retomada da economia;
  • Economia: desenvolvimento do ambiente de inovação para fortalecimento da matriz econômica;
  • Planejamento: aprovação do Plano Diretor de Divisão Físico-Territorial do município e a regulamentação dos seus instrumentos legais;
  • Mobilidade urbana: a entidade aponta a necessidade de soluções para a melhoria da mobilidade urbana. A cidade tem pontos críticos de trânsito em horário de pico e avança pouca na criação de novas alternativas, como a revisão do sistema de transporte público e criação de novas ciclofaixas.
  • Parceria: fortalecimento do trabalho com instituições da comunidade, como o Corpo de Bombeiros Voluntários e nas áreas de saúde, educação e segurança pública.

Foco é manter serviços à população, diz prefeito

Se as demandas existem, o poder público municipal também desenvolveu ações para este ano. Alguns dos projetos já foram entregues à comunidade, como a nova ETA (Estação de Tratamento de Água) do Samae, inaugurada oficialmente no dia 6 de julho e deve garantir o abastecimento de água no município pelos próximos 25 anos.

Para o prefeito Antídio Lunelli, o município tem trabalhado bem apesar da situação econômica a financeira delicada que o país e, consequentemente, o município, atravessam.

“Apesar disso estamos indo bem, prestando todos os serviços no município. Eu me sinto bastante satisfeito porque estamos conseguindo manter isso, com as contas equilibradas e olha que estou falando de R$ 100 milhões a menos no caixa da Prefeitura”, ressalta.

Centro de Inovação é uma das grandes apostas de Jaraguá do Sul | Foto Eduardo Montecino/OCP News
Centro de Inovação é uma das grandes apostas de Jaraguá do Sul | Foto Eduardo Montecino/OCP News

Lunelli ressalta ainda que o trabalho com controle rigoroso de gastos prezando pela manutenção dos serviços à população teve como consequência o resgate do crédito do município, possibilitando financiamentos e parceiras que resultam em obras.

Entre os destaques, estão a nova ETA (Estação de Tratamento de Água), o Centro de Inovação e as pavimentações. Outro ponto no qual o prefeito afirma querer trabalhar é na desburocratização, para facilitar o acesso do cidadão.

“Eu gosto mais de falar do que estamos fazendo e concluindo e não do que pode, eventualmente, acontecer”, complementa.

O governo municipal listou alguns dos principais projetos que foram e serão implantados e inaugurados neste ano na cidade.

Obras concluídas em 2018

  • Entrega da Pista de Atletismo, o Centro Esportivo Murillo Barreto de Azevedo, na Tifa Martins;
  • Entrega do Centro de Inovação, no bairro Três Rios do Sul;
  • Inauguração da ETA Central, no bairro Água Verde;
  • Nova unidade de saúde do bairro João Pessoa;
  • Novos (Centro de Referência de Assistência Social) Cras nos bairros Ilha da Figueira e Ribeirão Cavalo;
  • Novo Centro Municipal de Educação Infantil Maria Mokwa Kiatkosky, no bairro Braço do Ribeirão Cavalo;
  • Nova sede do Procon: com investimento de R$ 294,6 mil, a Prefeitura de Jaraguá reformou um imóvel próprio no Edifício Gardênia, localizado na Rua Leopoldo Malheiro, 15, no Centro. Com a medida, em torno de  R$ 48 mil por ano com aluguel serão economizados;

Obras em andamento em 2018

  • Pavimentação de 36 ruas: 19,8 quilômetros com investimento de R$ 20 milhões de contrato com o Badesc;
  • Programa Cidade Limpa: com iluminação de LED nas praças, trevos e na região central da cidade, além do Programa Bota Fora, Saco Verde e do PEV (Ponto de Entrega Voluntária de Resíduos).
  • Revitalização da Arena Jaraguá: com investimento de mais de R$ 2,2 milhões, são diversas obras previstas, tanto para parte interna como externa. São três projetos paralelos: pavimentação no entorno, reforma do prédio e construção de uma área de lazer;
  • Revitalização na Praça Ângelo Piazera: a principal alteração será a retirada do palco grande e também é prevista uma ampliação de pista de skate. O prédio que fica na lateral do espaço passará por uma reforma e será preparado para abrigar área com restaurante e cafeteria.
  • Criação do Parque de Inovação: localizado no bairro Três Rios do Sul, próximo ao Centro de Inovação, esse será o primeiro parque público da cidade. Terá uma área total de 210 mil metros quadrados, cerca de 50 mil metros quadrados de com espaços de recreação. Os demais 160 mil metros quadrados são de mata preservada, onde serão abertas trilhas.
  • Obras de prevenção e contenção de enchentes: um orçamento de R$ 1 milhão está previsto para obras no rio Jaraguá;
  • Nova sede do Issem: a ordem de serviço do para construção da sede do Instituto de Seguridade dos Servidores Municipais de Jaraguá do Sul foi assinada em 2014. A obra deve ser concluída ainda em 2018.

Quer receber as notícias no WhatsApp?