Foto Divulgação/Prefeitura de Itapema
Foto Divulgação/Prefeitura de Itapema

Itapema acaba de lançar um sistema inédito em Santa Catarina. A Prefeitura iniciou a implantação de estações de reconhecimento facial de alunos na rede municipal de ensino. A medida tem como objetivo garantir mais segurança, aprimorar o controle de frequência dos estudantes e diminuir a evasão escolar.

A primeira unidade da cidade a receber o sistema foi a Escola Municipal Joaquim Vicente de Oliveira, no bairro Tabuleiro, que atende 400 alunos.

“Agora, quando os alunos chegam à escola, eles passam pelo identificador facial que marcará sua presença no dia. Quando um aluno falta, os pais automaticamente recebem um aviso notificando que o aluno não compareceu”, explica a secretária de Educação de Itapema, Alessandra Simas Ghiotto.

Ainda de acordo com a secretária, o sistema de reconhecimento facial também ficará integrado ao Conselho Tutelar. “Quando o aluno ultrapassar 30% de faltas, o Conselho Tutelar será notificado automaticamente pelo sistema”, salienta.

O programa, além de ampliar o controle sobre a frequência dos estudantes, auxiliará o trabalho das merendeiras. Por meio de mensagens de textos para seus celulares, elas saberão quantos alunos estão presentes no dia e, portanto, quantas refeições deverão ser produzidas na ocasião. Com isso, a expectativa é diminuir o desperdício de alimentos.

Segundo a Prefeitura, o sistema será implantado de forma gradual em todas as escolas municipais de ensino fundamental.

Quer receber as notícias no WhatsApp?