O investimento em saúde para Jaraguá do Sul já tem o valor de orçamento definido para este ano. Segundo o secretário de Saúde, Dalton Fischer, o total destinado à pasta deve ter acréscimo de cerca de cerca de R$ 4 milhões, saindo de R$ 170 milhões de 2018 para aproximadamente R$ 174 milhões em 2019.

Embora nem todas as ações e investimentos tenham sido definidos, a secretaria anunciou a contratação de cinco novos médicos, o que deve ocorrer em março.

O valor destinado à essas contratações é de pouco menos de R$ 1,3 milhões – considerando salários e encargos. O salário dos profissionais, afirma a Secretaria, é de mais de R$ 19,3 mil.

Motivado pelo relatório do Conselho Federal de Medicina (CFM), divulgado ontem pelo OCP, a Secretaria levantou os investimentos em saúde nos últimos anos.

O percentual de recursos próprios investidos registrou queda entre 2016 e 2017, saindo de 30,66% para 30,07%. O maior percentual, portanto, é observado no último ano do mandato do prefeito Dieter Janssen.

A queda é observada também nos valores per capita oriundos apenas de recursos próprios. Neste caso, os R$ 519,78 registrados em 2016 caíram para R$ 506,6 em 2017, segundo os dados levantados pela Secretaria de Saúde - os números divergem pouco em comparação com o estudo da CFM.

Quando considerados os recursos totais, que incluem os valores próprios do município e do Estado, há aumento de 34,41% entre 2013 e 2017, saindo de R$ 722,53 no primeiro ano para R$ 971,18 em 2017.

O secretário ressalta que é importante verificar que o investimento realizado em saúde está acima do exigido por lei, que é de 15% e destaca ainda o aumento no valor destinado à pasta neste ano.

“Quando analisamos apenas os recursos próprios ele pode sim sofrer uma oscilação e isso vai variar conforme a própria arrecadação municipal. Considerar apenas um dado deixa de lado uma questão mais ampla e nós estamos destinando mais do que o dobro do exigido por lei para a saúde”, enfatiza.

 

 

Quer receber as notícias no WhatsApp?