O início do ano letivo de 2018 na rede municipal de ensino de Joinville foi marcado, na manhã de segunda-feira (5), pela inauguração da Escola Municipal Monsenhor Sebastião Scarzello, no bairro Itaum. A escola pertenceu ao Governo do Estado até 2015, quando foi doada ao município, e passou por ampla reforma no ano passado, com investimento inicial de R$ 500 mil. Na rede municipal de Joinville estão matriculados 75 mil alunos em 70 Centros de Educação Infantil e 85 escolas do ensino fundamental. Na cerimônia de entrega da E.M. Monsenhor Scarzello, o prefeito Udo Döhler lembrou que desde 2013, quando assumiu o governo de Joinville, encontrou 19 escolas interditadas. “Das 155 escolas da rede, nos últimos quatro anos já reformamos 123. Dessas ações, considero a entrega da Monsenhor Scarzello como das mais importantes”, disse o prefeito. “Até o final de nosso governo queremos entregar todas reformadas e equipadas”, completou Udo Döhler. Na inauguração, a diretora Caroline Brunkem destacou a grande mobilização da comunidade do bairro Itaum pela reabertura da escola e a importância que a instituição representa para a comunidade. “O movimento produziu um abaixo assinado com mais de seis mil assinaturas”, lembrou. O secretário de Educação, Roque Mattei, lembrou que a escola ficou fechada desde 2011, e que a reabertura só foi possível pelo investimento de recursos próprios da Prefeitura. “Nesta primeira fase estaremos atendendo 304 alunos. São cinco blocos reformados e outros dois em obras. Em breve concluiremos a segunda fase e passaremos a atender 800 alunos”. Antes do descerramento da placa, a direção fez uma homenagem especial à professora Lia Brenneisen, que atuou na escola desde o início em 1967, sendo diretora de 1988 a 1992. “Essa homenagem vai em nome de todos que trabalham na nossa educação e que a colocam entre as melhores do país. Aqui se constroem o caráter e os cidadãos de uma cidade cada vez melhor”, disse o prefeito. *Com informações da Prefeitura de Joinville