Como é tradicional nas comemorações de aniversário de Joinville, os imigrantes, que desbravaram a região e aqui iniciaram o surgimento da mais importante cidade do Estado de Santa Catarina foram homenageados pela Prefeitura de Joinville, em ato realizado no Cemitério do Imigrante. O prefeito Udo Döhler, o vice Nelson Coelho e o presidente da Secretaria de Cultura e Turismo, Raulino Esbiteskoski, colocaram uma coroa de flores num dos túmulos de um dos imigrantes sepultados neste local considerado patrimônio da cidade, a som de toque de corneta de um soldado do 62 Batalhão de Infantaria.  “Temos que recordar e homenagear esses nossos antepassados, que diante de muitas dificuldades ergueram a mais importante cidade do Estado. Foram lutas e penas, mas nunca o herói fraquejou”, disse o prefeito Udo Döhler, relembrando um trecho do hino de Joinville.
Cerimônia contou com apresentação musical |Foto Prefeitura de Joinville/Divulgação
A cerimônia contou com apresentação musical do grupo Sambaqui e do Conjunto de Choro da Escola de Música Villa-Lobos (EMVL). No repertório, sucessos de consagrados compositores e músicos brasileiros, como Pixinguinha, Jacob do Bandolim e Joventino Maciel. No encerramento, os músicos saudaram o público tocando o hino de Joinville no ritmo de choro. *Com informações da Prefeitura de Joinville