Desde a assinatura do contrato de Parceria Público-Privada (PPP) com a Prefeitura de Palhoça em maio de 2020, o QLUZ opera a manutenção do sistema de iluminação pública do município. Nos primeiros sete meses de atuação, foram realizadas 4.610 rondas e atendidas 1.990 ocorrências via call center, totalizando 6.600 atendimentos para manutenção entre 1/5 e 30/11.

O gerente do QLUZ, Luan Vieira, explica que o serviço de ronda é uma atividade contínua, realizada para detectar e reparar falhas de forma rápida. “As equipes de campo circulam por diversos logradouros pré-programados, garantindo agilidade operacional”, salienta.

E a comunidade palhocense também pode solicitar manutenção de lâmpadas apagadas durante a noite ou acesas de dia gratuitamente pelo telefone 0800-606-1535. O prazo para atendimento desses chamados é de até 48 horas, salvo casos em que ocorra falta de energia, furtos, vandalismo, chuvas ou ventos fortes.

No entanto, se for situação de falta de energia, a ligação deve ser para a Celesc pelo telefone 0800-48-0196. E, ao perceberem pessoal não identificado atuando na rede elétrica, os palhocenses devem avisar a Polícia Militar pelo 190.

O tradicional tom amarelado vai dando espaço à luz branca emitida pelo LED | Foto Divulgação

 

Economia ao município

A Prefeitura de Palhoça também iniciou o processo de modernização do sistema de iluminação pública, que está ficando mais eficiente. O trabalho é executado pelo QLUZ, formado pelas empresas Quantum Engenharia e Exati Tecnologia. A operação começou em novembro pela Frei Damião, seguindo com Bela Vista, Pachecos, Jardim Eldorado, Guarda do Cubatão e Caminho Novo.

Assim, o tradicional tom amarelado vai dando espaço à luz branca emitida pelo LED, que amplia a visibilidade e embeleza a cidade, promovendo maior bem-estar social à comunidade. Até o fim do contrato, terão sido substituídas 100% das luminárias convencionais existentes por tecnologia LED, gerando economia de mais de 60% na fatura de energia elétrica do sistema, além da expansão do sistema de iluminação pública ao longo da concessão.

Conforme dados da Secretaria de Administração de Palhoça, atualmente o município gasta mais de R$ 9 milhões por ano para manter a iluminação pública. Após a implantação de LED em 100% da rede, o custo anual será de pouco mais de R$ 4 milhões, gerando uma economia de mais de R$ 400 mil por mês à Prefeitura.

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp