Ocorreu no Hospital São José, de Criciúma, a sexta captação de múltiplos órgãos do ano.

O doador foi um jovem de 22 anos que teve confirmação de morte encefálica depois de sofrer um traumatismo craniano.

Após todos os esclarecimentos, por meio das enfermeiras da Comissão Hospitalar de Transplantes (CHT), a família autorizou a doação de órgãos.

Foram captados rins, fígado e córneas do paciente.

Processos

Antes de realizar o procedimento e verificar a possibilidade da captação de órgãos, a CHT do São José realiza uma série de processos, junto com a equipe médica, para constatação da morte encefálica, bem como entrevista com a família do paciente, explicando como funciona o processo.

“Sempre, em todos os protocolos de ME, é realizada uma série de exames necessários para comprovação. Após, abordamos a família e conversamos sobre a importância de realizar a doação de órgão. A gente agradece muito aos familiares que autorizam este processo.”, aponta a enfermeira de CHT, Jaqueline Martins.

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul