A elevação da gravidade dos casos recebidos pelo Hospital São Donato de Içara acendem um alerta para que a população procure o pronto-socorro somente em casos de emergência.

Este tipo de atendimento tem prioridade diante da classificação realizada e consequentemente eleva o tempo de espera para outros pacientes com avaliação de risco inferior, que devem, prioritariamente, buscar as unidades de saúde mais próxima da comunidade em que residem.

"Assim evitamos uma sobrecarga no pronto-socorro. Nossa dedicação atual é ao atendimento dos pacientes com Covid-19 e as ambulâncias que chegam", indica o diretor-administrativo, Júlio César De Luca.

"Estamos com a nossa capacidade de UTI Covid em 100%, com a capacidade de internação elevada e com pessoas no pronto-socorro à espera por leito de terapia intensiva", reforça o diretor-técnico, Marcelo Vinhas.

O alerta feito pela direção do hospital visa não precisar fechar o pronto-socorro.

"Vivemos neste momento a fase mais crítica, com recursos limitados e precisamos direcionar os esforços", completa o médico intensivista.

O Hospital São Donato possui insumos para aproximadamente 15 dias de atendimento e já busca com os fornecedores a ampliação do estoque para ter uma margem ainda maior de segurança.

Ocupação

O Hospital São Donato tem 30 leitos ocupados para tratamento de coronavírus ou suspeita:

  • UTI COVID: 9 leitos ocupados (90% dos 10 leitos existentes no setor)
  • CLÍNICA: 19 leitos ocupados (52,77% dos 36 leitos existentes no setor)

Há ainda dois leitos ocupados no salão de emergência à espera de vaga em UTI COVID.