No dia 2 de maio, era confirmado o primeiro óbito por coronavírus em Jaraguá do Sul. Sete meses depois, o número de mortes causadas pela doença no município chegou a 68, conforme boletim divulgado pela prefeitura na terça-feira (8).

Deste total de óbitos, 60 pacientes eram do chamado grupo de risco e possuíam comorbidades, que é a ocorrência de duas ou mais doenças relacionadas no mesmo paciente ao mesmo tempo.

Segundo dados do Município, as doenças mais comuns entre as vítimas eram as cardiovasculares crônicas - como hipertensão e arritmia cardíaca - e a diabetes.

No contexto da Covid-19, as comorbidades aumentam o risco de agravamento do quadro do paciente. Para aqueles que não tratavam as enfermidades previamente, a evolução da doença pode ser ainda pior.

Das 68 pessoas que morreram por complicações da Covid-19, 50 tinham alguma doença cardiovascular crônica e 32 eram diabéticas, segundo dados coletados até esta segunda-feira (7).

Outros oito pacientes contraíram o coronavírus e faleceram, mesmo sem comorbidades. Conforme relatório da prefeitura, todos eles também foram internados e receberam a assistência médica necessária.

O secretário de Saúde, Alceu Moretti, comenta que a idade avançada, associada às doenças pré-existentes, é um complicador para o tratamento da Covid.

"Geralmente quem tem uma comorbidade, tem outras também. Então a recuperação do coronavírus se torna mais demorada, exige um cuidado maior e normalmente o paciente fica mais tempo internado antes de se curar", aponta.

Na avaliação do secretário, as pessoas do grupo de risco estão "nitidamente mais cuidadosas" no município.

"Muitos se contaminam quando o vírus é levado para dentro de casa por outros familiares, como os jovens, que estão saindo com mais frequência", comenta.

Faixa etária de 60 a 69 anos é a que mais teve óbitos

Do total de 68 mortes por coronavírus em Jaraguá do Sul, 25 pessoas tinham entre 60 e 69 anos e 14 eram da faixa etária de 70 a 79.

Os dados municipais também apontam que até o momento, os homens são as principais vítimas da Covid. São 38 mortes masculinas e 30 femininas desde o início da pandemia.

Os bairros com maior número de óbitos são: Tifa Martins (8), Ilha da Figueira (7), Centro (6), Chico de Paulo (6), e João Pessoa (5).

 

Telegram Jaraguá do Sul