Um homem de 30 anos compartilhou, anonimamente, durante uma participação no podcast americano How to Do It, sua história com as sequelas da Covid-19 e assustou muitos ouvintes. As informações são do portal Metrópoles.

Ele afirma que o novo coronavírus deixou marcas duradouras em seu corpo e uma delas foi que seu pênis encolheu 3,8 centímetros após o diagnóstico. Segundo os médicos, a diminuição não pode ser revertida.

O homem descreveu seu pênis como sendo "acima da média" antes da doença. Mas em julho de 2021, ele testou positivo para Covid-19, teve quadro grave da infecção e foi vítima do chamado “Covid Dick” – termo escolhido por urologistas para se referir à diminuição do pênis após a doença.

“Meu pênis encolheu. Antes de ficar doente, eu estava acima da média, não enorme, mas definitivamente maior que o normal. Agora eu perdi cerca de 3,8 centímetros e me tornei decididamente menor que a média”, desabafou no podcast.

Ele também alega ter sofrido disfunção erétil, mas o problema foi melhorando gradualmente com alguns cuidados médicos. Todavia, ele diz se sentir ainda muito frustrado.

“Isso realmente não deveria importar, mas teve um impacto profundo na minha autoconfiança e em minhas habilidades na cama”, afirma.

Segundo especialistas, a infecção pelo Sars-CoV-2 pode danificar vasos sanguíneos e permanecer no tecido peniano mesmo após a recuperação do paciente, contribuindo para possíveis problemas de disfunção erétil e redução do órgão genital.

Um estudo conduzido pela University College London, no Reino Unido, realizado com 3.400 pessoas descobriu que, de 203 pacientes que relatam sintomas duradouros da Covid-19, quase 5% dos homens sofreram uma diminuição no tamanho dos testículos/pênis. Os resultados foram publicados na revista científica EClinicalMedicine, do grupo The Lancet.

O homem buscava conselhos para seu problema no podcast. Felizmente, os especialistas disseram que nem toda a esperança está perdida, uma vez que existem tratamentos para a disfunção erétil e seus efeitos colaterais.

O alongamento do pênis usando exercícios ou dispositivos é comumente usado como tratamento. Um exemplo é uma bomba de vácuo – um tubo que se encaixa sob o pênis e bombeia o ar, aumentando o fluxo sanguíneo no órgão. Especialistas sugerem que esses tipos de terapias sejam administrados para evitar danos duradouros.