Katia Katerine Lourencio de Lima, de 26 anos, prestou queixa na polícia após o então noivo cancelar o casamento dias antes da cerimônia e sumir com a moto dela, em Votorantim, São Paulo.

A jovem contou que seu casamento estava marcado para acontecer na quarta-feira (2), mas ela foi abandonada seis dias antes do casório. O rapaz sumiu levando a moto e deixando algumas dividas para a noiva. As informações são do G1.

"Ele simplesmente foi embora, sem falar aonde estava minha moto e falando que ia para Minas Gerais onde o pai dele mora. Mas ele acabou nem indo. Estou me sentindo enganada, principalmente, e triste porque eu tinha planejado toda uma vida com ele", disse a jovem.

Segundo a jovem, eles se conheceram no ano passado, através de uma amiga que eles tinham em comum e em junho de 2021 começaram o namoro. Na época, Katia trabalhava na área de segurança, mas pediu demissão para trabalhar com o namorado na área financeira.

"Eu larguei meu emprego e comecei a trabalhar com ele no mercado financeiro. Baixei o aplicativo, fiz uma conta e ele começou a me ensinar. Só que nesse tempo eu sofri um acidente de moto e ele me falou que eu precisava recuperar meu psicológico, que eu estava muito abalada" relatou Katia.

O noivado aconteceu em novembro e segundo ela, o rapaz deu a ideia de pegarem alguns cartões de créditos para conseguirem comprar os móveis da futura casa deles. Todas as contas foram colocadas no nome dela e o rapaz tinha acesso.

Ainda de acordo com a jovem, após algum tempo, ela descobriu que o homem havia usado o limite dos cartões e que ele mentiu que tinha pago as contas. A mãe da jovem emprestou dinheiro ao rapaz para quitar o que estavam devendo. No mês de janeiro, a jovem descobriu que as dívidas não tinham sido pagas.

Com a cerimônia paga e marcada para quarta-feira (2), o rapaz decidiu fugir no dia 27 de janeiro, levando a moto e o computador dela.

"Eu já tinha perguntado sobre as dívidas do meu cartão e ele falou que não sabia. Eu simplesmente soube que ele sempre esteve mentindo. Até o momento que meu nome estava sujo por causa dos cartões eu tava perdoando, mas depois da moto eu surtei" disse a jovem.

Nas suas redes sociais, Katia compartilhou que o prejuízo chega a quase R$ 40 mil, contando as dívidas feitas nos cartões, empréstimo feito pela mãe dela, a moto, o computador e o que já havia sido pago para a realização do casamento.

O boletim de ocorrência foi registrado por apropriação indébita. Até o momento, a moto e o computador da jovem não foram recuperados.

Noiva é abandonada e perde 150 mil

Outro caso parecido aconteceu em Minas Gerais. Bárbara Dias, de 29 anos, viu seu sonho de casar se transformar em grande pesadelo. A jovem é moradora de Belo Horizonte e iria se casar na igreja em setembro do ano passado.

A jovem tinha um relacionamento de mais de três anos com o rapaz, que fugiu do Brasil nove dias antes da cerimônia, deixando uma dívida de R$ 150 mil, além de outras 20 vítimas que teriam caído em golpes aplicados por ele.

“Fiquei casada com ele 15 dias. Nove dias antes da festa religiosa ele sumiu sem deixar nenhum vestígio de que algo tinha acontecido. Nós passamos um dia normal, eu fui trabalhar, ele também. Ele conversou comigo no WhatsApp o dia todo e aí quando cheguei no apartamento vi que as coisas dele não estavam lá”, relembra.

Barbará conta que Jonathan Machado, 27 anos, trabalhava como consultor financeiro e, assim que desapareceu, os seus clientes suspeitaram que teriam tomado um golpe. Ela só acreditou que ele tinha sumido propositalmente quando o mesmo postou, no Instagram, que estava na Europa.