Se há um evento que resgata costumes das comunidades étnicas que formaram as cidades da região, lá está Ademir Pfiffer. Com a câmera na mão ou simplesmente com olhos e ouvidos atentos para tudo que acontece ao redor. As festividades que acompanha e as pesquisas servem como alimento para blogs, onde registra a cultura dos remanescentes, de comunidades afro-brasileiros, suábios-húngaros, letos, poloneses, italianos, pomeranos, alemães, migrantes e outros, que deixam rica herança em toda a região. Através desses relatos, seja em forma de textos, fotografias ou vídeos, o historiador e diretor do Museu Histórico Emílio da Silva, mantém viva a história do Vale do Itapocu e dos migrantes que vieram para cá em 18 páginas na internet. Três desses blogs, o Vale do Itapocu, Guaramirim e Schroeder, completam dez anos em 2016. “Primeiro lancei um sobre o Vale, mas como eram muitos assuntos senti necessidade de separar Schroeder e Guaramirim, assim como os outros blogs que criei posteriormente”, explica. Para ele, os meios digitais são uma ferramenta que contribui para que mais pessoas tenham oportunidade de conhecer as particularidades da região, mesmo não morando aqui. “É uma forma de compartilhar as coisas que são positivas e potenciais que marcam a história da nossa gente, nossa comunidade e pessoas que construíram e desenvolveram a região”, diz. Nos blogs, ele difunde os valores sociais, culturais e hábitos que ainda hoje são mantidos, com ênfase nos atores sociais que promoveram esse desenvolvimento. “É a difusão de quem trouxe, da forma como ocorre e um relato da história local, contribuindo para memória de todos. Muitas vezes as pessoas não valorizam isso no momento, mas é um rico conteúdo de pesquisa e de preservação da história do povo daqui”, afirma. Juntos, os três blogs ultrapassam as 87 mil visualizações ao longo desses dez anos. Paralelo aos blogs, Pfiffer também alimenta seu perfil no Facebook e dois canais no YouTube. Um dos canais soma mais de dois milhões de visualizações em diferentes vídeos. “Às vezes não consigo atualizar constantemente os blogs, mas toda semana publico algo nas outras redes sociais”, diz. Ele admite “estar em débito com a sociedade” porque tem muita coisa produzida, mas tenta publicar o máximo de informações nos horários de folga. “É algo muito gratificante porque vejo que pessoas da região e de fora do Estado também utilizam o conteúdo do blog para seus estudos e pesquisas”, revela. Entre os visitantes de seus blogs estão, em sua maioria, brasileiros. Porém, internautas da Alemanha, Estados Unidos, França, Chile, Ucrânia e até mesmo da República de Camarões navegam nas páginas que escreve. ACESSE: valeitapocu.blogspot.com.br As 733 postagens somam mais de 54,7 mil visualizações Países que mais acessam: Brasil, Alemanha, Estados Unidos , França, Chile, índia e Ucrânia blogschroeder.blogspot.com.br As 327 postagens somam mais de 16,7 mil visualizações Países que mais acessam: Brasil, Alemanha, China, França e Ucrânia blogguaramirim.blogspot.com.br As 283 postagens somam mais de 14,8 mil visualizações Países que mais acessam: Brasil, Alemanha, Republica de Camarões, Rússia e Estados Unidos