O Clube Atlético Baependi foi preparado pelos voluntários da Ama (Associação de Amigos do Autista) para receber mais de 700 pessoas para o tradicional Happy Hour e não deu outra: a noite foi de casa cheia.
Todos os lugares preparados pelos voluntários foram preenchidos pelo público | Foto OCP/Divulgação
O evento tradicional, como sempre, mobilizou Jaraguá do Sul pela solidariedade. Na noite desta quarta-feira (18), vendo a movimentação começar a deixar o clube ainda mais azul, a presidente da Ama de Jaraguá do Sul, Leila Modro, e voluntários se preparavam para fazer o evento acontecer e também para celebrar. “A entidade realmente depende desse evento para se manter, não é nem para melhorias”, ressalta Leila. O resultado financeiro da noite ainda será calculado, incluindo os gastos para organizar o evento, mas Leila destaca a importância da presença de cada pessoa. “A gente sente que o pessoal tem uma força de vontade incrível para ajudar. Até no pedágio, pessoas que não estão envolvidas na Ama ajudam de bom coração e entendem que a causa é muito séria”, pontua.
Lojas da cidade levaram modelos ao palco para um desfile de moda | Foto OCP/Divulgação
Sabores, música, conversas e desfile de moda das marcas Couturier Atelier, Colcci, Bambini, Voilà Homem e Carmela deram uma noite impecável às centenas de pessoas que abraçaram a luta da Ama por oferecer atendimento especializado aos portadores de autismo – atualmente são mais de cem crianças, jovens e adultos com acompanhamento gratuito de extrema qualidade. “A Ama depende de pessoas. Toda ajuda é bem-vinda e o pouco que se faz é muito. A região é muito rica em pessoas que querem ajudar”, comemora Leila. Confira a reportagem em vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=cAlIpDXg5Zc