A Secretaria de Saúde de Guaramirim recebeu nesta quarta-feira (26) a confirmação do primeiro caso de dengue contraído no município. A vítima é um morador do bairro Nova Esperança com idade de 50 anos. Ele segue estável e se recuperando em sua residência.

Devido à confirmação desse caso e infestação do mosquito Aedes aegypti, causador da doença, a Secretaria de Saúde e o Estado farão a aplicação de inseticida (fumacê) em algumas ruas do bairro Nova Esperança. O intuito é eliminar o mosquito e evitar a proliferação da doença. A aplicação será feita das 5h30 até 8h desta sexta-feira (28/05).

Jaraguá do Sul também enfrenta infestação do mosquito, conforme critérios da Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina (Dive/SC).

Joinville enfrenta situação pior, com epidemia da doença, três mortes este ano e mais de 5 mil casos.

A secretaria solicita que os moradores dessas localidades abram portas e janelas de suas residências para que o inseticida possa combater o mosquito da dengue. O inseticida não é prejudicial à saúde das pessoas. Os locais exatos podem ser consultados no site da Prefeitura.

Como medida de prevenção, a secretaria recomenda que pequenos animais, como pássaros e caixas de abelhas sejam guardados em locais reservados.

O município também reforça o pedido para que todos façam a sua parte no combate contra a dengue, não deixando água parada e eliminando os locais que possam se tornar criadouros do mosquito.

Números da dengue em Guaramirim

Até o momento, o município já identificou 87 focos da dengue. Em 2020, em todo o ano, foram registrados 44 focos.

A partir desta semana, a Secretaria Municipal de Saúde também inicia a divulgação de um boletim semanal com o número de casos suspeitos e confirmados da doença, além do número de focos localizados no município.