Desde o início da campanha de vacinação contra a influenza em Jaraguá do Sul, mais de 80% dos idosos e profissionais da saúde, público-alvo da primeira fase da campanha, já foram imunizados.

A supervisora do Serviço de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde, Ana Kneip, informa que cerca de 11,8 mil pessoas foram vacinadas desde o dia 23 de março, início da campanha.

"Entre a população idosa, 83% já foi vacinada, e entre os profissionais de saúde o percentual é de 86% de vacinados", diz a supervisora.

Considerando que a campanha completou duas semanas recentemente, Ana avalia que a procura pela imunização contra a influenza aumentou neste ano em relação a anos anteriores.

Ela conta que tanto entre idosos quanto entre profissionais de saúde, há pessoas que não se vacinam contra a gripe desde os últimos dois, três anos e que estão vacinando agora.

"Claro que tem todo esse contexto do coronavírus também, mas essas pessoas estão se prevenindo contra a influenza, que agora começa nossa sazonalidade e tem que se prevenir mesmo", orienta.

Ana ainda comenta que o ideal seria que essa procura pela imunização se mantivesse nos anos seguintes.

"O vírus da influenza circula todo ano. A gente tem os dados que as pessoas também acabam hospitalizadas por causa da influenza, a gente tem óbitos por influenza, então é uma prevenção que tem que ser feita todo ano", a supervisora alerta.

O vírus da gripe influenza sofre mutações todos os anos, por isso é importante que a vacinação seja feita anualmente, alerta Ana, e que as pessoas adotassem o hábito da prevenção.

Aplicação

A supervisora de imunização Ana Kneip explica que quem deseja se imunizar deve primeiro ligar para sua unidade básica de saúde e conferir se há vacinas disponíveis.

Embora a primeira fase da campanha seja destinada a idosos e profissionais da saúde, esse grupo de pessoas podem continuar procurando as unidades de saúde para imunização durante todo o período que durar a campanha.

Para quem está com receio de sair de casa para tomar a vacina, Ana reforça que todos as unidades estão redobrando os cuidados para proteger tanto o público, quanto os profissionais.

"Nós separamos os públicos, uma sala atende crianças, porque as vacinas de rotina não pararam, em outra sala são atendidos os adultos, e assim por diante", explica a supervisora.

Também há limitação no número de pessoas dentro das unidades e quem preferir pode pedir para receber a imunização dentro do carro.

 

Quer mais notícias do Coronavírus COVID-19 no seu celular?

Mais notícias você encontra na área especial sobre o tema:

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul