A moradora de Jaraguá do Sul, Flávia Jeremias da Silva, de 35 anos, está gravida de seis meses e descobriu recentemente que sua filha Elisa tem uma condição rara chamada hérnia diafragmática congênita, que é um defeito congênito causado por um orifício no diafragma ou pela ausência dele. Flávia agora pede ajuda para providenciar uma cirurgia intrauterina para a filha.

"Segundo os médicos, sem esse procedimento as chances da Elisa sobreviver ao nascer são menores que 30%. A oclusão traqueal é um procedimento minimamente invasivo, rápido e só pode ser feito até 28 semanas de gestação. O procedimento tem o valor muito alto e o tempo que temos é curto. Sem ajuda não conseguiremos dar esse primeiro passo para salvar a nossa filha", conta Flávia.

Neste primeiro momento, o tratamento necessário custa em média R$ 65 mil e Flávia e o marido Willam têm apenas 20 dias para arrecadar esse valor. Por conta disso, uma vaquinha na internet foi criada para ajudar com o tratamento, que já contabiliza mais que a metade do dinheiro (link da vaquinha aqui).

Também é possível contribuir via Pix usando a chave:3178818@vakinha.com.br