A Defesa Civil de Urussanga, através do Diretor André João, alerta toda a população, que entre os dias 2 e 4 de maio (segunda e quarta-feira), há previsão de chuvas volumosas e intensas, que podem gerar transtornos ou ocorrências. Aos urussanguenses que moram em área de risco, a orientação é que tenham cuidado e atenção nesses dias.

Na última sexta-feira (29), a previsão do tempo já apontava para riscos de fortes chuvas para a região sul de Santa Catarina. Segundo o meteorologista Leandro Puchalski, a quantidade de chuva nesses três dias, pode variar entre 100 e 250 mm em algumas localidades.

Pensando em prevenir danos, o Governo Municipal de Urussanga, através da Defesa Civil, Secretaria de Obras e Secretaria de Educação, realizou uma reunião na manhã desta segunda-feira (02), para traçar planos de monitoramento e apoio em caso de enchentes. "Contra a natureza não há muito o que fazer, mas estamos em alerta para prestar todo apoio necessário aos urussanguenses", afirma André João.

Durante todo o período de alerta, André estará fazendo o monitoramento dos rios na região Central e bairros da cidade. O mesmo trabalho, será realizado no interior, pelo Secretário de Obras, Jucemar Sangaletti que, além disso, observará a situação das encostas.

A população pode comunicar qualquer incidente causado pelas chuvas, pelo número da Defesa Civil (48) 99955-4921.

Educação

A Secretária de Educação Janea Possamai, informa que as aulas estão mantidas, mas que toda equipe está sob alerta, principalmente a respeito dos pontos no interior, que possam ter problemas com o transporte escolar. "Algumas regiões podem ter o problema de o transporte escolar não conseguir chegar aos locais e por isso estamos em alerta. Em caso de necessidade, as aulas podem ser canceladas. Avisaremos os pais e responsáveis caso isso ocorra", informa Janea.

Em caso de enchentes

O Governo Municipal, já está realizando o levantamento de materiais disponíveis, como lonas, fita zebrada; locais de abrigo; bem como deixando em regime de plantão, equipes da secretaria de obras para eventuais necessidades.

Uma delas, segundo o Secretário de Obras, será a retirada de pertences das famílias. "A partir do momento que a pessoa perceber que a chuva vai pôr em risco os seus bens, ela deve avisar a Defesa Civil, através do número (48) 99955-4921. Assim podemos avaliar a situação e disponibilizar um caminhão e alguns funcionários para estarem retirando os principais pertences da família, que pode e deve nos ajudar para agilizar o trabalho prestado", explica Sangaletti.

Recomendações da Defesa Civil

Em caso de alagamentos e tempestades, a Defesa Civil indica os principais cuidados:

  • Evite o contato com as águas e não dirija em locais alagados.
  • Evite transitar em pontilhões e pontes submersas.
  • Cuidado com crianças próximas de rios e ribeirões.
  • Busque um local abrigado longe de árvores, placas, postes de energia e de outros objetos que possam ser arremessados em caso de tempestade.
  • Em local abrigado, fiquei longe das janelas, desligue os aparelhos eletrônicos e lembre-se, o banheiro em alvenaria é um local muito seguro em caso de tempestade.
  • Na praia, jamais fique na água.