Em reunião realizada na noite desta quinta-feira (18), o Centro de Operações de Emergência em Saúde (COES) do Governo de Santa Catarina decidiu promover uma grande ação de vacinação dos idosos neste fim de semana, dias 20 e 21 de março.

Para isso, a Diretoria de Vigilância Epidemiológica (DIVE) vai enviar, nesta sexta-feira (19), mais 73.700 doses da vacina Coronavac, produzida pelo Instituto Butantan, às 17 unidades descentralizadas de Vigilância Epidemiológica (UDVEs), que serão responsáveis por encaminhá-las para os 295 municípios catarinenses.

 

“Considerando a situação epidemiológica da Covid-19 no estado, o COES achou prudente acelerar a vacinação dos idosos, que é um público vulnerável e que possui um alto risco de desenvolver formas graves da doença. Por isso, iremos encaminhar essa nova remessa de vacinas para que todos os idosos acima de 75 anos possam ser imunizados no fim de semana. Além disso, será possível iniciar a vacinação dos idosos de 70 a 74 anos, que serão convocados pelos municípios de acordo com a quantidade de doses disponíveis”, esclarece Eduardo Macário, superintendente de Vigilância em Saúde de SC.

 

Essas doses chegaram ao estado na última quarta (17) e estavam armazenadas na Central Estadual de Rede de Frio. A outra metade já havia sido encaminhada entre os dias 17 e 18 de março. A previsão é que o estado receba nova remessa de doses no fim de semana.

A distribuição será iniciada pela manhã e, assim como nas outras vezes, será realizada via terrestre e aérea. Às 10h30, o avião do Corpo de Bombeiros Militar decola de Florianópolis com as doses das centrais regionais de Lages, Joaçaba, Videira, Chapecó, São Miguel do Oeste, Xanxerê e Concórdia.

Às 11h, o caminhão da DIVE segue com as doses de Rio do Sul e, no mesmo horário, as centrais regionais de Joinville, Grande Florianópolis, Criciúma, Blumenau e Itajaí fazem a retirada na própria central estadual. A regional de Criciúma ficará responsável pelas doses das centrais de Araranguá e Tubarão e a regional de Joinville pelas de Jaraguá do Sul e Mafra. Todos os veículos serão escoltados pela Polícia Militar.

O Conselho de Secretarias Municipais de Saúde de Santa Catarina (COSEMS/SC) participou da reunião do COES que definiu a estratégia de intensificação da vacinação para esse fim de semana, e vai articular com todos os municípios para que promovam, de forma imediata, a aplicação das doses.

Todos que forem se vacinar devem levar um documento de identidade para comprovação da idade e, principalmente, não esquecer de usar a máscara, além de respeitar o distanciamento social. Essas atitudes devem ser mantidas mesmo após a aplicação da segunda dose da vacina, que ocorrerá em um prazo máximo de 28 dias, até que mais de 90% dos grupos prioritários sejam vacinados.