Com nove meses de atividades, o projeto de castração social de cães e gatos promovido pelo Governo de Içara, por meio da Fundação Municipal do Meio Ambiente de Içara (Fundai), o BusCão, já realizou 37 ações nos bairros da cidade e atendeu 801 animais. Uma média de 21,6 animais em cada uma das ações. Já no Centro de Castração Francisco de Assis, localizado no Horto Municipal, bairro Segunda Linha, foram castrados 2.856 até novembro, totalizando 3.657 atendimentos.

 

O Buscão encerrou as atividades neste ano, mas já está com a agenda aberta para os atendimentos de janeiro/2023: Condomínio Residencial Amanda Costa (13/01), Primeiro de Maio (20/01) e Jardim Elizabete (27/01).

 

As inscrições podem ser feitas na sede da Fundação ou pelos contatos: telefone 48 3431-3578 ou no WhatsApp 48 98801-6488.

 

"Os números mostram que a população entendeu a necessidade das castrações. Além disso, foi dado o suporte necessário para que a Fundai realizasse esse trabalho de cuidado dos animais em parceria com as ONG´s, e o BusCão faz parte deste processo. Afinal, cuidar da saúde animal também é dever do poder público. Que venha 2023 com a sequência deste belo trabalho"", assinalou a prefeita Dalvania Cardoso.

 

Ibanez Aníbal Zanette, diretor superintendente da Fundai, avalia os resultados.

 

"Somente o BusCão fez 37 visitas, somando 801 atendimentos. Resultado muito positivo. A soma do BusCão com as castrações no centro de castrações bate um novo recorde, pois supera os 3.400 procedimentos de 2021. Percebemos, com isso, que a população entendeu que a castração possui diversos benefícios para os animais e que é só por meio dela que vamos poder controlar a população de animais nas ruas".