O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Infraestrutura e Mobilidade (SIE), tem aumentado a cada ano o investimento para manutenção das rodovias estaduais. O repasse para conservação das SCs teve um salto de 69,4% no primeiro semestre de 2020, se comparado ao mesmo período do ano passado.

Ao todo, foram aplicados R$ 18,8 milhões em serviços de tapa buraco, roçada, sinalização, limpeza de sarjeta e conservação estrutural das vias de janeiro a junho de 2020. Essas medidas também trazem resultado positivo na segurança dos usuários, com redução de acidentes nas rodovias.

 

Aumento de investimento

Esses recursos têm aumentado gradativamente desde 2017, quando o valor no primeiro semestre foi de R$ 3,1 milhões. Em 2018, foi de R$ 6,1 milhões, e em 2019, já nesta gestão, o investimento foi de R$ 11,1 milhões.

Desde setembro de 2019, além dos contratos de conserva da SIE, o Projeto Recuperar, programa do Governo do Estado, também contribui para a manutenção das rodovias estaduais.

No primeiro semestre de 2020, R$ 12,18 milhões foram investidos por meio dos contratos de conservação da Diretoria de Operações da SIE e R$ 6,63 milhões foram pagos via convênios do projeto Recuperar.

“Sabemos da importância de conservar as estradas estaduais e o projeto Recuperar também agregou muito em termos de investimentos e serviços. Vamos seguir trabalhando para que esses valores sigam aumentando a cada semestre”, afirma o secretário de Estado da Infraestrutura, Thiago Vieira.

 

Ilustração/SIE

Mais segurança nas rodovias

Manter as rodovias estaduais em bom estado de conservação é um dos fatores que contribui para diminuir os acidentes nas estradas. De acordo com dados da Polícia Militar Rodoviária (PMRv), os acidentes de trânsito nas rodovias catarinenses caíram 25%, na comparação entre o primeiro semestre de 2019 e 2020.

A infraestrutura aliada à educação e a fiscalização de trânsito garante mais segurança para os motoristas. Conforme a PMRv, considerando o período de janeiro a junho, o número de acidentes nas rodovias estaduais diminui a cada ano. Em 2017 foram 4.245, em 2018 o registro é de 3.748. Já em 2019 foram contabilizados 3.463, enquanto em 2020 o dado é de 2.590 acidentes de trânsito.

“Os resultados positivos alcançados na diminuição do número de acidentes e de mortes, são fruto de melhorias nos três pilares do trânsito: engenharia, educação e fiscalização”, destaca o comandante da Polícia Militar Rodoviária, coronel José Evaldo Hoffmann Junior.

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp