A Prefeitura de Gaspar iniciou o cadastramento de moradores que tiveram suas casas danificadas pela passagem do ciclone bomba, no fim de junho, por Santa Catarina. O levantamento das informações tem como objetivo solicitar a liberação do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para a Caixa Econômica Federal. As vítimas do evento climático devem realizar a inscrição online, por meio deste link, até 17 de agosto.

Somente pessoas que comprovarem estragos, como destelhamentos, desbarrancamentos e quedas de árvores que causaram prejuízos financeiros, terão direito ao benefício. Por isso, os solicitantes deverão apresentar à Defesa Civil fotos, vídeos ou ainda notas fiscais da compra de materiais de construção para reforma.

Em casos de inexistência de documentos comprobatórios, mediante justificativa plausível, o órgão fará uma vistoria no local para averiguar os danos.

“Para agilizar a liberação do FGTS para a população atingida, precisamos que quem ainda não entrou em contato conosco, sobre os danos causados pelo ciclone, nos encaminhe essas informações o mais breve possível”, pede o superintendente da Defesa Civil, Evandro de Mello do Amaral.

De acordo com mapeamento efetuado na ocasião, o ciclone ocasionou algum tipo de avaria em, pelo menos, 500 residências da cidade. Após o encerramento do prazo para cadastro, a Prefeitura encaminhará as documentações para análise e aprovação da Caixa. Ainda não há data prevista para liberação dos recursos.

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Quer mais notícias do Coronavírus COVID-19 no seu celular?

Telegram Jaraguá do Sul