Gaspar encerrou 2021 com saldo positivo de 1.781 novos empregos formais, sendo o 18º melhor resultado do Estado e quarto no Vale Europeu. O número é 250% do que em 2020, quando 508 novos postos de trabalho foram gerados. Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) e foram divulgados nesta segunda-feira (31).

O Caged trouxe números que demonstram a retomada econômica e mostram que as empresas instaladas no município contrataram, formalmente e com direitos trabalhistas assegurados aos funcionários, 18.329 trabalhadores, enquanto demitiram 16.548, o que representou um saldo de 1.781 durante todo o ano.

No acumulado do ano de 2021, todos os setores registraram saldo positivo na geração de empregos. O destaque está a indústria com 888 novos postos de trabalho, na sequência o setor de serviços com 449 vagas, e por fim o comércio com 321 e a construção com 122 novas vagas.

De acordo com o prefeito Kleber Wan-Dall, esses números demonstram a força econômica e o desenvolvimento do município. “Mesmo no combate duro com a pandemia, nunca deixamos essa área estagnada. Ampliamos o investimento em Saúde, mas não deixamos de garantir as obras e ações importantes para dar continuidade ao trabalho de desenvolvimento do nosso município. Gaspar hoje não é mais uma cidade 'de passagem'. Nossa cidade é forte economicamente e referência para muitas outras do Estado e do Brasil”, observa Wan-Dall. Para o prefeito, a geração de novas oportunidades é é reflexo de incentivos realizados constantemente pela Administração Pública.

Ações de Desenvolvimento

Entre as ações da Prefeitura de Gaspar implantadas nos últimos anos que refletem na abertura de novas empresas e geração de emprego estão o plano de circulação viária e obras de mobilidade e infraestrutura. O Programa Avança proporcionou a pavimentação de mais de 70km de vias e as mudanças no trânsito atraem empresas que buscam melhor infraestrutura. Assim como a ampliação da produção e armazenamento de água e parceria com a Celesc para ampliação da capacidade de energia elétrica.

Além das obras, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico mantêm um canal aberto com empreendedores para prestar apoio e incentivar a geração de oportunidades. O objetivo é estimular e desburocratizar processos. Em 2019 foi sancionada Lei nº 3972/2019 que prevê mudanças no código tributário do município acabando com a bitribução para indústria têxtil, por exemplo, assim como outras ferramentas de desburocratização foram adotadas. Em 2021 foi implantado o Aprova Digital, sistema que reduziu o tempo de consulta de viabilidade e aprovação de projetos de 3 meses para aproximadamente 15 dias, além de oferecer ainda mais facilidade e transparência no processo.

Caged

O Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) é um registro administrativo do Ministério da Economia que mede a quantidade de admissões e demissões de funcionários em regime CLT.

A base de dados do CAGED inclui a identificação do nome das empresas e dos empregados, assim como informações sobre contratação e desligamento dos empregados. Essas informações são utilizadas em medidas contra o desemprego.

Números históricos

Gaspar registrou em 2021 o número recorde empresas abertas no município nos últimos 10 anos. No total, foram contabilizados 2.014 novos negócios, o que representa um aumento de 23% em relação ao mesmo período de 2020 (1.646 novas empresas). A informação é da Junta Comercial de Santa Catarina (JUCESC) e do Mapa Geral de Empresas, órgão vinculado ao Ministério da Economia.

Além disso, Gaspar aparece como top 20 cidades de Santa Catarina que mais abriram empresas no Estado, além de ser a terceira cidade do Médio Vale do Itajaí que mantém os altos índices. O município atingiu ainda a marca de 11.378 mil empresas ativas. Na média mensal, o número de empresas abertas na cidade foi de 168.

Receba as notícias de Blumenau e região pelo WhatsApp clicando aqui