Jonas Leonardo, de 16 anos, tem a síndrome de Pierre Robin, caracterizada por uma mandíbula diminuída, retração da língua e obstrução das vias aéreas superiores. Ele também nasceu com paralisia cerebral, que afetou os movimentos do corpo e a coordenação muscular. Segundo a mãe, Mara Rúbia Leandro, o adolescente precisa fazer uma cirurgia urgente em Curitiba (PR). O procedimento é necessário pois os membros inferiores (pernas) não acompanham o desenvolvimento do garoto. "A cirurgia do quadril, joelho e pé dura em torno de oito horas. Mas é muito cara, não encontrei ninguém em Joinville, somente um especialista em Curitiba e ele está cobrando R$ 60 mil", conta.
Foto Reprodução/Facebook
Mara afirma que, desde a última consulta com o médico em Curitiba, o quadro de seu filho piorou. "Essa cirurgia deveria ter sido feita dois anos atrás. Ele está atrofiando e, por falta de condições, acabamos não fazendo. E se ele atrofiar muito, não vai mais conseguir fazer essa cirurgia. Após 18 anos, o hospital Pequeno Príncipe não atende mais, então tem de ser logo", explica.
Foto Reprodução/Facebook
Segundo a mãe, Jonas tem o sonho de poder jogar futebol com seus amigos nas aulas de educação física e também de entrar na escolinha de futebol que seus amigos frequentam depois da aula. Com campanha no Facebook e no site vakinha há aproximadamente três meses, a família ainda está muito distante do valor necessário para a cirurgia de Jonas. Precisando da ajuda da comunidade, Mara Rúbia está pedindo doações para Jonas. Ela também é mãe de João Pedro, de 10 anos, e Phelipe, de 14 anos e tem mais dois enteados. A família mora no bairro Escolinha, em Joinville. O pai, Alexandre Bora, trabalha de motorista e sustenta a família, já que Mara Rúbia precisa cuidar do filho. Jonas estuda na escola  municipal Pauline Parucker, no mesmo bairro em que mora. "Como ele tem dificuldade para caminhar, utiliza cadeira de rodas para ir até a escola. Quanto à alimentação, ele toma um leite especial e dividimos em partes pequenas o alimento, caso contrário, ele acaba se engasgando. Também ficamos observando quando ele se alimenta", conta. Doações em dinheiro podem ser depositadas na conta: Banco Caixa Econômica Federal Agência: 3130 Operação: 013 Conta: 24960-0 Mara Rúbia Leandro Link da vakinha: https://www.vakinha.com.br/vaquinha/cirurgia-para-o-jonas-andar
Foto Reprodução/Facebook