O professor Tarcísio Bratti, fundador do Colégio Santo Antônio de Joinville, morreu na última quinta-feira (11) em decorrência de complicações causadas pela Covid-19.

Ele havia sido internado no fim de fevereiro, no hospital da Unimed, devido ao agravamento da doença.

Bratti fundou o colégio em 1976 e, atualmente, atuava como diretor-presidente da Sociedade Educacional Santo Antônio. Ele tinha 72 anos e deixa três filhos e cinco netos.

Confira a nota da Sociedade Educacional Santo Antônio

A Sociedade Educacional Santo Antônio lamenta a perda prematura de seu fundador, Professor Tarcísio Bratti, ocorrida nessa tarde por complicações da COVID-19, aos 72 anos de idade.

A direção, professores, funcionários e alunos solidarizam-se com a família, os amigos e os colegas, e consolam-se na certeza de que o Professor Tarcísio era uma pessoa iluminada, e que apesar da partida prematura, sua história de vida impactou profundamente a história de nossa cidade. Pelo Colégio Santo Antônio e pelo Instituto de Ensino Superior Santo Antônio, instituições que fundou, passaram inúmeras famílias, que através de suas histórias, ajudaram a construir as colunas que sustentam nossa comunidade.

Dedicado e querido por todos, era figura que se destacava na comunidade escolar por sua inteligência, sabedoria e compaixão. Nesses anos de dedicação à educação e à instituição, nunca poupou esforços para que nossa instituição fosse reconhecida como um bastião educacional na nossa região.

Sua alegria, sua bondade e o seu jeito único de ser serão para sempre lembrados.
Deixa saudades e lindas lembranças. Sigamos na certeza de que se encontra em um lugar melhor, de onde continuará emanando sua luz e alegria.