Equipe da Fundação Jaraguaense de Meio Ambiente se reuniu com o Comando e um grupo de policiais militares do 14º Batalhão da Polícia Militar, na tarde da última sexta-feira (2), para tratar sobre a parceria entre as duas instituições. Conforme o presidente da Fujama, Normando Zitta Júnior, são várias as situações em que os técnicos da fundação precisam do apoio da Polícia Militar, como é o caso dos crimes ambientais. Durante o encontro, foi reforçada a responsabilidade de cada órgão, bem como os encaminhamentos dos processos administrativos em casos de cortes ilegais de árvores, extração ilegal de palmitos, apreensão de animais silvestres e outros fatos que têm desdobramentos para a área criminal – que é enviado para abertura de inquérito na Polícia Civil –, e também para a área administrativa, onde entra o trabalho da Fujama. Ficou reforçada ainda a parceria quanto ao atendimento à população de Jaraguá do Sul. De acordo com o presidente da Fujama, no horário de expediente da Prefeitura (entre 7h30 e 17h), as denúncias de crimes ambientais e capturas de animais podem ser feitas através do telefone 0800-642-0156 (Ouvidoria da Prefeitura). Em outros horários, pode ser acionada a Polícia Militar, no 190, para crimes ambientais.   Nos casos de capturas de animais fora do horário de expediente da Prefeitura, Normando Zitta anuncia o reforço da parceria com os Bombeiros Voluntários de Jaraguá do Sul, a partir das próximas semanas, sendo que para o serviço, a Fujama repassará equipamentos e treinamento aos voluntários. O major João Carlos Benassi Borges Kuze, subcomandante do 14º BPM, diz que o encontro de sexta-feira (2), foi muito importante para as duas partes. “Essa sinergia é imprescindível para que a comunidade se sinta segura e saiba quem acionar”, resumiu. *Com informações da Prefeitura de Jaraguá do Sul