Uma equipe da Secretaria de Estado da Saúde esteve em Biguaçu, para tratar da situação dos leitos de UTI Covid em funcionamento no Hospital Regional Helmuth Nass.

A equipe formada pelo chefe de gabinete da SES, Vitor Luiz Bartelega e pelo assessor jurídico Otavio Carrard, foi recebida pelo prefeito Ramon Wollinger e pelo diretor da unidade, Márcio Sottana para a definição de repasses de R$ 480 mil referentes ao funcionamento da unidade, por meio de um convênio com a SES. O repasse, autorizado desde setembro, ainda não foi realizado devido aos trâmites burocráticos. Tal questão foi solucionada ainda durante a manhã.

Força-Tarefa

Devido ao posicionamento estratégico da unidade, ficou definida a realização de uma força-tarefa entre a SES e a prefeitura de Biguaçu para buscar junto ao Ministério da Saúde a habilitação dos 10 leitos de UTI. Esta semana o Estado já conquistou a prorrogação da habilitação de 25 leitos na região da Grande Florianópolis - 20 no HF e outros cinco no Hospital Imperial Caridade.

Ainda serão definidos os detalhes com os prefeitos dos municípios de Biguaçu, Florianópolis, São José e Palhoça para formalizar a proposta de rateio para o custeio das UTIs, conforme acordado previamente.

Acesso à população

O prefeito Ramon Wollinger destacou a parceria com o Governo do Estado e ressaltou que a união de esforços entre município e SES tem como principal objetivo garantir o total acesso à população de toda a região. “Nunca deixaremos fechar essa UTI, que é um sonho antigo de nosso município”, destaca. “Paralelo a essa luta pela habilitação, iremos buscar formalizar o acordo com as prefeituras da região para fortalecer e garantir o atendimento pleno a toda a região metropolitana de Florianópolis”.

 

Quer mais notícias do Coronavírus COVID-19 no seu celular?

Mais notícias você encontra na área especial sobre o tema:

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp