O período do verão é o mais propício à proliferação do mosquito Aedes aegypti, por causa das chuvas, e consequentemente é a época de maior risco de infecção por essas doenças.

Nesta terça-feira (19) o setor de Vigilância Epidemiológica de Corupá encontrou a larva do Aedes aegypti em uma das armadilhas instaladas em Corupá, ligando o sinal de alerta e redobrando a necessidade de se manter todas as posturas possíveis em ação para prevenir focos, recomendando à população que fique atenta e redobre os cuidados para eliminar possíveis criadouros do mosquito.

O Ministério da Saúde, que mantém campanha de mobilização nacional de enfrentamento ao mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya, chama a atenção para o fato de o Aedes Aegypti provocar doenças que podem gerar outras enfermidades como, por exemplo, a microcefalia.

A armadilha onde foi encontrada a larva do mosquito está instalada no bairro Bomplandt e o bairro tem recebido atenção redobrada da secretaria de saúde de Corupá quanto a identificação de locais que possam ser considerados como foco do mosquito.

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram

Facebook Messenger