De acordo com informações divulgadas pelo Ministério da Saúde nesta segunda-feira (2), o número de casos suspeitos de coronavírus em Santa Catarina saltou de nove para 36. Em todo o Brasil, a quantidade passou de 252 para 433. Até o momento, o país possui dois casos confirmados da doença, ambos moram em São Paulo (SP) e estiveram na Itália.

Agora, Santa Catarina é o quinto estado com mais pacientes em investigação. Florianópolis é a cidade com maior número de casos suspeitos, com um total de 11, seguido por Joinville, com sete. Completam a lista: Balneário Camboriú (3), Itajaí (3), Chapecó (2), Itapema (2), São Bento do Sul (2), São José (2), Concórdia (1), Pouso Redondo (1), São João Batista (1) e Tijucas (1).

O aumento substancial do número de suspeitos tem relação com a mudança de metodologia do Ministério da Saúde. Desde o final de fevereiro, o ministério decidiu não fazer a reanálise dos casos notificados como suspeitos pelas secretarias estaduais de saúde. Assim, a avaliação local é considerada pelo governo federal.

Principais medidas de prevenção

  • Evite viajar se estiver com febre ou tosse;
  • Evite contato com pessoas que estiverem visivelmente doentes, principalmente com sintomas respiratórios (tosse ou coriza);
  • Higienize as mãos frequentemente, seja com água e sabão ou álcool gel;
  • Evite tocar os olhos, nariz e boca;
  • Pratique a etiqueta da tosse: ao tossir e espirrar, cubra a boca com lenço descartável ou antebraço. Descarte o lenço imediatamente;
  • Se você ficar doente durante uma viagem, procurar imediatamente a tripulação ou equipe médica de bordo;
  • Na viagem, evite a ingestão de alimentos de procedência duvidosa ou inadequadamente preparados;
  • Evite o contato com animais silvestres ou animais doentes.

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp