A música ecoando por todos os cantos da casa, saindo pelas janelas, invadindo o quintal e contagiando a rua. É assim que a magia acontece no projeto Casa Sonora, que tem a primeira apresentação de 2016 marcada para hoje, às 21 horas. O convidado a abrir a temporada de shows intimistas é o músico Sergio Lamarca. O artista carioca radicado em Itajaí traz em seu trabalho influências do jazz e da música africana transformando as músicas em verdadeiras poesias. Recentemente, Lamarca lançou o terceiro disco de sua trajetória que conta com a participação de Arismar do Espirito Santo e Alegre Corrêa. “Flor&cimento” foi gravado totalmente ao vivo e apresenta qualidade instrumental e poética, unindo a música instrumental à canção. Ele é a fusão entre o instrumentista, o produtor, o canceioneiro, o poeta, o ator, o humorista e todos os “eus” que existem no artista Sergio Lamarca. O projeto Casa Sonora surgiu em 2014 com o objetivo de reunir artistas da música popular brasileira para se apresentarem de forma intimista, proporcionando uma experiência diferenciada para o público já que foge dos palcos tradicionais. A sala da casa do percussionista Jean Juarez Ferreira, o Boca, se transforma no palco onde toda a magia acontece. Realizado em temporadas, o projeto em abril conta, além de Sergio Lamarca, com a participação de Ricardo Capraro, François Muleka, Alegre Corrêa e Ana Paula da Silva, que neste ano comemora 20 anos de carreira. Os shows acontecem em cada um dos sábados deste mês e iniciam às 21 horas. A entrada, uma colaboração espontânea, é R$ 10 e o valor é utilizado para arcar com as despesas do evento.  

pagina 9

Local: fundos da Biblioteca Municipal de Jaraguá do Sul, às margens dos trilhos do trem.