Os melhores aromas, sabores e harmonizações têm um ponto mais do que certo de encontro. A partir desta quarta-feira (9), Blumenau se transforma na capital da bebida maltada pois sedia o Festival Brasileiro da Cerveja, que apresenta novidades do ramo e conta com mais de 600 rótulos participantes das principais cervejarias do país, entre eles três marcas jaraguaenses.
Tanto mestres cervejeiros, especialistas quanto consumidores comuns, apaixonados pela bebida, têm o Parque Vila Germânica como destino para degustar a bebida, uma das mais consumidas no país. Realizado anualmente, o Festival Brasileiro da Cerveja reúne além das melhores cervejas, distribuídas entre os setores 1 e 2 do Parque, diversos estilos musicais e apresentações artísticas - com shows marcados para os quatro dias do evento - e pontos de gastronomia. Bares e restaurantes da região irão servir pratos que permitem harmonizações com os mais diversos estilos de cerveja presentes no evento. Enquanto as apresentações artísticas embalam a diversão regada à boas cervejas e bons lanches. Paralelo ao Festival, ocorre a Feira Brasileira da Cerveja, voltada aos profissionais do setor. Ela será no Setor 3 do Parque Vila Germânica, de hoje até sexta-feira.
Os interessados em visitar o Festival Brasileiro da Cerveja podem aproveitar para fazer isso já a partir das 19 horas de hoje. O valor de entrada nos dias 9 e10 é R$ 12 e nos dias 11 e 12 é R$ 25. Os ingressos já estão sendo vendidos pelo site www.blueticket.com.br.
 

A qualidade preservada pela Karsten

2015_11_13 Side Karten cervejaria artesanal schutzenfest - em (2)-2

Prestes a completar dois anos de atuação, a Cervejaria Karsten celebra a segunda participação no

Festival Brasileiro da Cerveja e nova fase da empresa

A história da cerveja produzida no alto do morro, no bairro Três Rios do Sul, começou de maneira despretensiosa mas hoje trilha caminhos certeiros, colhendo bons frutos e com muitos planos otimistas para o futuro. As cervejas, que começaram ser feitas em casa, na panela mesmo, conquistaram o jaraguaense Side Karsten que resolveu investir no negócio e agora celebra o reconhecimento da marca. Atuando há quase dois anos no mercado das cervejas artesanais, a Karsten se prepara para um ano de mudanças. 2016 marca os dois anos de funcionamento oficial da cervejaria e também o ano em que a produção será expandida, mas sem perder a qualidade e sabor que só ela sabe imprimir nos chopes.
A empresa iniciou os trabalhos em 2014, com a produção das cervejas Pilsen, Stout Frade Negro e Red Ale e com capacidade de 1,5 mil litros de produção. No primeiro mês, foram vendidos 800 litros de chope, mostrando a boa aceitação da marca. Em pouco menos de dois anos, a Karsten celebra o aumento da capacidade de produção e projeta dobrar esse volume até o fim deste ano. Em 2015, fechou o ano com 3,5 mil litros/mês de capacidade. Até o fim de março esse valor deve bater os 6,5 mil litros. “O objetivo é de que até o fim do ano consigamos produzir de 8 a 10 mil litros mensais”, enfatiza o fundador.
3de17bc2-4e05-4550-b72e-f386c4712474 (1)
As três primeiras receitas produzidas pela Karsten foram incrementadas com a Session Witbier (cerveja de trigo belga), apresentada na edição passada do Festival, e esse ano com a American Pale Ale (APA), que também será lançada em Blumenau. Além de estar presente no Festival Brasileiro da Cerveja, a Karsten integra as cinco marcas de chope oferecidas durante a Schützenfest de 2015 e estará novamente este ano na festa jaraguaense.
Para o sócio-proprietário, a empresa entra em uma fase de mudanças e 2016 será um ano decisivo. “Estamos com um novo ânimo e percebemos que podemos chegar muito mais longe. Temos projeto para aumentar o volume de produção e quem sabe até expandir a fábrica, mas sempre mantendo a qualidade da Karsten”, enfatiza. Entre os projetos, está a linha de envase prevista para o próximo um ano e meio. “Queremos crescer com os pés no chão. Continuar atendendo ao nosso delivery e continuar sendo artesanal, mantendo a qualidade mas aumentar a produção para conseguir atender mais pessoas e ampliar os pontos de venda”, explica.
Nova cerveja será apresentada no Festival
Contabilizando a segunda participação como empresa cervejeira e duas como cervejeiro caseiro, o sócio fundador, Side Karsten, celebra integrar a lista de expositores do Festival Brasileiro da Cerveja. “Esse é um dos eventos mais importantes para mim, uma vitrine para o Brasil. Mesmo que pense bairrista, estar no festival é estar com sua cara para o todo o país ver e é importante para que a semente que estamos plantando hoje comece a se expandir”, diz.
As quatro primeiras cervejas produzidas pela Karsten foram pensadas para o público local. Agora, a cervejaria apresenta uma nova receita no Festival Brasileiro da Cerveja: a American Pale Ale (APA). O cervejeiro, Side Karsten, diz que essa é um chope de estilo americano de tom acobreado e que leva em sua receita grandes quantidade de lúpulo. “Esse quantidade, além de acentuar o amargor de três a quatro vezes mais que meu chope pilsen, faz com que o chope se torne mais aromático convidando ao próximo gole”, explica. Esse estilo, por ser mais forte, é realmente para quem tem curiosidade em experimentar uma cerveja diferente ou para quem aprecia o estilo. “Quando comecei a produzir chopes, pensamos em apresentar receitas mais comerciais que aguçassem o paladar para que o públioco experimentasse uma cerveja diferente, além do tradicional pilsen”, enfatiza. Ao produzir esse estilo, a Karsten entra no ramo das receitas especiais e para um nicho diferente, garantido que esse estilo americano esteja em sua linha de produção.
Onde encontrar?
Cervejaria Karsten
Rua Mil e Noventa e Sete, n° 11 (esquina com a rua São Miguel).
Bairro Três Rios do Sul
Telefone: 3058-3338
Almanaque Boteco Gourmet - Rua Ângelo Schiochet, 335, Centro
The John Pub (inaugura amanhã) - Rua Domingos Rodrigues da Nova, 264, Centro
Em breve:
Leon Gourmet - Hambúrgueres - Fica em Schroeder, ainda não foi inaugurado
Restaurante Típico General Küster - Parque Malwee - previsão para abrir no fim de março
 

Autenticidade alemã da Königs Bier

Konigs Bier cervejaria - em

Há nove anos no mercado, a cervejaria preserva os costumes germânicos

e garante a pureza da bebida produzida por eles

A identidade e cultura jaraguaense estão impressas na Königs Bier. Carregando no nome a tradição alemã, a mesma que é cultivada pelas sociedades de tiro e comunidades da cidade, a cervejaria é uma das principais produtoras do produto artesanal da região. Hoje, com quase nove anos de fundação, a Königs celebra o momento que vive e a quinta participação no Festival Brasileiro da Cerveja.
Nascida do resgate da cultura dos imigrantes alemães e uma homenagem aos reis das sociedades de tiro, a Königs Bier buscou na Alemanha a inspiração para sua produção. As cervejas feitas por ela obedecem a Lei de Pureza da Cerveja, levando apenas ingredientes como água, malte, lúpulo e levedura.
Para o Festival, a cervejaria decidiu levar seis tipos da bebida: pilsen (comum), bock, chope de trigo, Unser Rauchbier (chope defumado), IPA Americana e a Barley Whine. Essas duas últimas serão lançadas no Festival. Enquanto a IPA Americana tem um amargo mais acentuado, bem característico do lúpulo, a Barley Whine é mais expressiva. Ele explica que esta cerveja tem 8,9% de álcool e o tempo de produção é maior, envelhecida por sete meses em barris de carvalho. Pelo elevado tempo de produção, essa é uma bebida sazonal na linha da Königs e a cada nova remessa, são produzidos 500 litros da bebida.

50

Torres acredita que estar entre as grandes cervejarias presentes no Festival Brasileiro da Cerveja é mostrar o potencial da produção artesanal da região. “É de extrema importância porque fortalece a marca, sendo uma vitrine de nossos produtos e mostra que não são apenas as grandes cidades com boas cervejarias. Jaraguá do Sul tem sim muito potencial nesse ramo”, diz.
Atualmente a empresa atende os consumidores apenas servindo em barris, mas o sócio-administrador, Dennis Torres, revela que novidades estão por vir. “A ideia é expandir o nosso atendimento também para as bebidas engarrafadas. Nos próximos meses devemos começar a comercializar tanto o chope em garrafa quanto a cerveja”, estima. A Königs produz mais de vinte mil litros por mês das cervejas tipos Pilsen, Bock, Trigo, Defumado e IPA.
Chopes no festival Brasileiro da Cerveja 2016
Pilsen – É o chope mais consumido no mundo, de cor dourada intensa e aspecto límpido e brilhante. Caracteriza-se pelo equilíbrio entre doce e amargo. Graduação alcoólica de 4,5%.
UNSER RAUCHBIER (Cerveja defumada) – Tem coloração marrom clara e boa turbidez. No sabor o resultado é um interessante sabor defumado, mesclado ao caramelo, ambos resultantes da composição de maltes e um leve amargo do lúpulo. Graduação alcoólica 5,8%.
IPA – De estilo americano, apresenta coloração âmbar, é turvo e exibe um creme persistente. Apresenta sabor com leves nuancias de caramelo e tostado. É refrescante, mostrando notas bem definidas de amargor. Graduação alcoólica 6,5%
Trigo (Weizen Bier ou Weiss Bier) – Refrescante, é ideal para o verão brasileiro. Apresenta aroma de cravo e banana. Na sua aparência é dourada escura, com espuma persistente e possui uma turbidez natural vindo do malte de trigo, lúpulo e fermento. Graduação alcoólica 5%.
Bock - Chope com sabor mais forte e encorpado, de coloração escura. Leva na receita maltes especiais importados, e o seu resultado é um chope marcante, com aroma impar e um leve sabor de café. Com graduação alcoólica de 6% é ideal para os meses mais frios.
Barley Wine – Após pronto, este chope passa por um período de amadurecimento em barris de carvalho utilizados anteriormente em Whisky e Vinho do Porto. É um chope de alta fermentação, tem coloração rubi escura, não é filtrado o que pode deixa-lo levemente turvo. Com graduação alcoólica de 8,9%, é encorpado e possui aromas complexos de caramelo, ameixas e um amadeirado nobre.
Onde encontrar?
Rua Erich Sprung, 215
Bairro Água Verde • Fone: 3370-5544
Alaska Lanches, Bimbos Restaurante e Pizzaria, Choperia Brasil AZ, Ferrazza Café e Bar, Burger Farm, General Lee, Hotel Estância Ribeirão Grande,
Smurf Lanches e Restaurante Armalwee
SERVIÇO
O quê: Festival Brasileiro da Cerveja
Onde: Parque Vila Germânica, Rua Alberto Stein, 199, Velha, Blumenau
Quando: De hoje até sexta das 19h à 1h. No Sábado (12) das 15h à 1h
Quanto: Dias 9 e 10 a entrada custa R$ 12.  Nos dias 11 e 12 é R$ 25.
Eles podem ser comprados no www.blueticket.com.br
Programação
Quarta-feira (9)
Setor 1
• 19h - Som Mecânico
• 20h - John Mueller
• 22h30 - Banda Vintage Cult
Setor 2
• 19h - Som Mecânico
• 20h - The Covers
• 22h30 - The Zorden
Quinta-feira (10)
Setor 1
• 19h - Som Mecânico
• 20h - Wuinteto Mazaropi
• 22h30 - Banda Marvyns
Setor 2
• 19h - Banda Simple Soul
• 20h - Leo Maier Trio
• 22h30 - Banda Páginas em Branco
Sexta-feira (11)
Setor 1
• 19h - Som Mecânico
• 20h - Banda Old Folks
• 22h30 - Banda Karrie King
Setor 2
• 19h - Som Mecânico
• 20h - Seu Baldecir
• 22h30 - Banda Oh Jah Jah
Sábado (12)
Setor 1
• 15h - Som Mecânico
• 16h - Banda Catfish
• 18h - Som Mecânico
• 19h - Banda Pororoca
• 22h - Banda Vagabond Hotel
Setor 2
• 15h - Som Mecânico
• 16h - Família Oliveira
• 18h - Cervejeiros Malditos
• 19h - Banda Due
• 22h - Banda Laskeras
Eisenbahn Bierganten
• 18h - Eu & Minha Banda
• 20h - Som Mecânico
• 21h - Star Beetles - Argentina