Recentemente, começou a circular nas redes sociais um vídeo em que uma pessoa mostra que uma moeda fica grudada na pele, no local exato onde foi aplicada a vacina Coronavac. Em um local pouco abaixo no braço, a moeda se solta.

A razão da moeda grudar na pele, segundo o vídeo, seria o "magnetismo" causado pela existência de um chip na vacina, que vai servir como controle quando a tecnologia 5G passar a funcionar.

O professor da Universidade Federal do Rio Grande (Furg), Fernando Kokunum e o professor Fernando Lang da Silveira, do Instituto de Física da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (IF-UFRGS) se deram ao trabalho de explicar o que acontece no vídeo.

Primeiramente, eles explicam que realmente existe um elemento chamado hidróxido de alumínio em vacinas, mas em quantidade milhares de vezes inferior à de remédios comuns do dia-a-dia. Um comprimido do antiácido Pepsamar, por exemplo, possui cerca de mil vezes mais hidróxido de alumínio do que uma vacina. Se você aproximar um imã do comprimido, não haverá resposta magnética, logo, não haveria na vacina também.

O professor Kokubun fez o experimento no braço da sua esposa que não recebeu a vacina, mas a moeda ficou grudada do mesmo jeito.

Foto: Reprodução/CREF-IF.

Efeito magnético

Os professores explicam que não existe nenhum tipo de magnetismo no experimento, basta hidratar levemente o local que deseja aderir a moeda. Se a pele estiver seca, é só passar um pano úmido no local.

Após isso, basta pressionar a moeda onde a pele foi umedecida que ela terá aderência o suficiente para ficar ali.

Portanto, o que ocorre para a moeda ficar presa à pele, chama-se efeito de adesão propiciado por forças intermoleculares.

O professor ainda brincou com a situação.

Foto: Reprodução/CREF-IF.

 

"Testei agora novamente! Estou completamente 'magnetizado', pois não apenas moedas aderiram à minha mão, como também um ímã de geladeira."

 

O professor Fernando Lang da Silveira também tirou saro depois das explicações.

"Eu fiz a vacina e inicialmente a moeda não aderiu pois a minha pele estava seca; era um dia frio e excepcionalmente seco em Porto Alegre. Quando passei um pano úmido ela aderiu no braço não vacinado. Hoje quando retornei da minha caminhada (aqui estava 30°C) aderiu nos dois braços e também na minha testa. Será que a minha testa está magnetizada? Será que vou virar o Magneto? ? Não apenas é impossível alguém ficar magnetizado dessa forma como é fácil verificar com uma bússola que não estou produzindo campos magnéticos".

Magneto, personagem fictício das HQs da Marvel, que possui o poder de controlar metais com a mente.

Sobrou até para os terraplanistas. "Concluindo, as teorias conspiratórias sobre as vacinas, 5G são tão bizarras quanto a Terra ser plana", declararam os professores.