Alunos da rede municipal de ensino de Corupá terão a oportunidade de aprender a língua alemã a partir de setembro. A Secretaria de Educação e Cultura contratou uma professora que vai atuar com o ensino do idioma para estudantes do 1º ao 9º anos no contraturno das aulas regulares. Para isso, na próxima semana será feito um levantamento entre os pais para saber do interesse para que os filhos frequentem as aulas que serão ministradas uma vez por semana nas escolas municipais a partir da segunda quinzena de setembro. O objetivo das aulas é ensinar o nível básico do alemão, principalmente vocabulário e oralidade. A ideia é que seja um primeiro passo para que os estudantes busquem se aperfeiçoar não somente no alemão, mas que sejam incentivados a aprender novas línguas. O Projeto Deutsche Schule in Corupá (Escola de alemão em Corupá)  começou com uma conversa entre o prefeito João Carlos Gottardi, representantes da Secretaria de Educação e Cultura e a professora de alemão já no início do ano. Oferecer aulas de alemão estava no plano de governo do prefeito Gottardi e agora passarão a acontecer no contraturno das aulas regulares. Uma série de reuniões ocorreu desde então entre a secretária de Educação e Cultura Miriam Taufenbach, a assessora de Cultura Roseli Siewert, o assessor de Educação Elísio Wedderhoff, a assistente pedagógica Darci Rutsatz e a professora de alemão Fernanda Karina Pellin, que tem sete anos de experiência no ensino da língua alemã. Fernanda ensinou a língua alemã na rede municipal de Schroeder. “A opção da Secretaria de Educação em oferecer as aulas de alemão na rede municipal de Corupá se deve à influência da colonização germânica no município onde ainda existem muitas famílias que falam o idioma”, comenta a secretária Miriam. Todo o material didático será elaborado pela professora a partir da formação das turmas e será fornecido gratuitamente pela Prefeitura aos alunos. Por que aprender alemão? Segundo a professora Fernanda Karina Pellin, que morou na Alemanha por três anos antes de ensinar a língua, o alemão é um dos principais idiomas na ciência, pesquisa e tecnologia, mas também no âmbito da cultura e do turismo ela é imprescindível. A Alemanha está no centro da Europa e, hoje, mais de 100 milhões de pessoas se comunicam em alemão. “Saber mais de um idioma e se essa língua tiver sido a falada por seus antepassados, fica mais fácil entender suas referências culturais, tradições e passado. Falar mais de um idioma ajuda você a desenvolver mais respeito por outras culturas e tradições”, comenta Fernanda. A professora também destaca que aprender um novo idioma enriquece o caráter, torna as pessoas mais confiantes e autossuficientes para lidar com situações desafiadoras, além de melhorar a leitura em geral e a memorização. História O Projeto Deutsche Schule in Corupá recebe este nome em homenagem a Schule Hansa Humboldt, uma das primeiras escolas alemãs da região, onde atualmente funciona o Centro Cultural Hansa Humboldt e abriga a Secretaria de Educação e Cultura de Corupá. Corupá foi colonizada principalmente por imigrantes alemães, italianos e poloneses. Ao longo dos 120 nos de história, apresenta de forma mais enfática a tradição e a cultura descendente de alemães, desde a alimentação e costumes, como também aspectos artístico-culturais. O ensino da língua alemã já esteve presente em outras fases da história do município. A mais recente foi há cerca de seis anos, quando o Centro Cultural oferecia aulas de alemão, mas aberto a toda população. Desta vez, as aulas vão ocorrer para os estudantes nas escolas, mas conforme a aceitação. A secretária de Educação Miriam comenta que pode ser estudada a possibilidade de oferecer no futuro também aos adultos. *Com informações da Prefeitura de Corupá