A Polícia Civil do Rio Grande do Sul está investigando o caso de uma estudante do curso de História da Universidade Federal de Pelotas (UFPel) que celebrou seu aniversário com um bolo com a imagem de Adolf Hitler.

O caso viralizou após a própria estudante postar fotos do bolo em suas redes sociais.

 

 

A Polícia Civil está analisando qual o contexto em que o fato ocorreu. A apologia ao nazismo é crime, e a pena pode variar de dois a cinco anos de reclusão.

Em nota, a UFPel afirmou que "está acompanhando e averiguando os fatos ocorridos recentemente com a cautela necessária, também para que não aconteçam atos injustos, devido a análises intempestivas de nossa parte".