O prefeito de Jaraguá do Sul, Antídio Aleixo Lunelli, visitou unidades do Samae, na manhã de sexta-feira (23), acompanhado do diretor presidente da autarquia, Ademir Izidoro, e do Diretor Técnico do Samae, Deverson Simioni.

Um dos locais visitados foi a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Água Verde, localizada na BR-280 e que passa por obras de readequação e ampliação.

A ETE Água Verde vai aumentar a capacidade de tratamento dos atuais de 85 litros por segundo para 116 litros por segundo, na primeira etapa.

Já na segunda etapa, o projeto prevê o tratamento de 146 litros por segundo, a ser concluída até 2028, com a possibilidade de tratar o esgoto gerado por uma população de até 65 mil habitantes.

“Estamos investindo R$ 16 milhões de recursos próprios do Samae para melhorarmos ainda mais o tratamento de esgoto em Jaraguá do Sul”, comentou o prefeito Antídio Aleixo Lunelli, entusiasmado com o andamento das obras.

A estação Água Verde é a primeira estação de tratamento de esgoto construída em Jaraguá do Sul, há aproximadamente 21 anos. Atende atualmente a quase 40 mil habitantes e estava com sua capacidade no limite, porque a região conta com uma população de cerca de 50 mil habitantes.

O primeiro quilômetro de rede de esgoto foi implantado na cidade em 1998 e em 2000 inaugurada esta Estação de Tratamento.

“Hoje, temos quatro estações de tratamento, mais de 600 quilômetros de rede e quase 90% das residências estão ligadas à rede coletora de esgoto, enquanto a média de tratamento em Santa Catarina é menos de 25%”, comenta Antídio.

“Todo mundo quer ter água na torneira e faz suas necessidades sem preocupar com a complexidade dos sistemas de tratamento e distribuição de água ou de coleta, afastamento e tratamento do esgoto que gera. Isso é uma preocupação constante da nossa gestão. Investir em saneamento é investir em saúde”, conclui o prefeito.