Foto pixabay.com
Foto pixabay.com

Atualização: No dia da publicação, constava nesta notícia que a escola Adolpho Bartsch era a primeira com energia autossuficiente do Brasil. Erramos. A escola é a primeira de Joinville com este tipo de energia.

Nesta terça-feira (22), foi inaugurado o Sistema de Geração de Energia Solar Fotovoltaica na escola municipal Adolpho Bartsch, no bairro Pirabeiraba, em Joinville. A unidade é a primeira escola com energia autossuficiente da cidade.

A instalação foi realizada por meio do programa Escola Sustentável, do Instituto General Motors, em parceria com a concessionária Chevrolet Metronorte e o Rotary Club Manchester de Joinville.

Ao todo, 103 placas para captação da radiação solar foram instaladas, que vão produzir energia para a escola ser independente da rede de distribuição elétrica.

Além da economia gerada pelo sistema, o ganho ambiental é uma dos destaques do projeto | Foto Prefeitura de Joinville

O diretor da escola, Fabio Doin, destacou o benefício de receber o sistema de geração de energia. “Podemos afirmar que esta unidade escolar produz energia limpa, com impacto ambiental zero”, destacou.

Além da economia gerada pelo sistema, o ganho ambiental é uma dos destaques do projeto.

Quase duas toneladas e meia de dióxido de carbono deixaram de ser lançadas na atmosfera desde a instalação, o que é equivalente à poluição de um automóvel por um semestre.

“Estamos fazendo a diferença enquanto instituição de ensino. Que mais empresas e instituições tenham iniciativas extremamente positivas como estas”, completou o diretor.

No fim do evento, diversas crianças cantaram pedindo para que todos se dediquem ao cuidado com a natureza e garantam que as próximas gerações também tenham os recursos naturais disponíveis.

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram

Facebook Messenger