Era para ser uma aula comum de Ciências na Escola Municipal Doutor Sadalla Amin Ghanem em Joinville. O conteúdo seria o corpo humano e a sexualidade, mas a professora Fabiana Deprá Packer resolveu ampliar o tema para outras disciplinas com a intenção de abordar a problemática da gravidez precoce. Foi assim que surgiu o projeto “Gravidez na Adolescência e Sexualidade”, para turmas do 8º ano.

A missão foi envolver todos os professores para abordar os temas em cada área. Durante dois dias, cerca de 60 alunos simularam ter um bebê recém nascido.

“Durante período eles foram pais e mães, de acordo com a realidade de cada família”, conta a professora de Matemática Adriana de Oliveira. Uma boneca em tamanho real fazia o papel da criança. “Tinham que amamentar, trocar de fralda e organizar as contas do mês com base no salário mínimo para sentir na pele tudo que os pais realmente passam”, explica.

A partir de todas as experiências, os alunos estudaram sobre orçamento, planejamento familiar, verificação do índice de massa corporal, taxa de natalidade, montagem de portfólio entre outros.

Uma aluna de 13 anos relata que nunca pensou em ter filho com a idade, mas confessa que houve um aprendizado. “Aprendi que é mesmo bem difícil cuidar de um bebê seja a idade que você tiver.”

A diretora da escola Cláudia Regina Lopes Maes explica que o projeto refletiu nas famílias dos alunos envolvidos. “Os pais relataram que os filhos passaram a valorizar a figura do pai e da mãe.

A ação ocorre desde 2011, mas a novidade é que este ano a prática se tornou institucional. “Foi um consenso de todos os professores para incluir no Projeto Político Pedagógico da escola”, relata a professora de Língua Portuguesa Denise Liberato Vicente, que também lidera a atividade.

O projeto também abordou as doenças sexualmente transmissíveis. “É uma conscientização para que os alunos não tenham uma gravidez fora de hora. Se for para acontecer, que seja num momento adequado”, conclui a professora Adriana de Oliveira.

A Escola Municipal Doutor Sadalla Amin Ghanem, no bairro Parque Guarani, atende cerca de 720  alunos do 1º ao 9º ano do Ensino Fundamental.

*Com informações da Prefeitura de Joinville