Crianças e adolescentes inscritos no Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV), de zero a 17 anos, voltaram às atividades presenciais na última segunda-feira, nas sete unidades de atendimento da Afasc.

Seguindo as medidas sanitárias como: atendimento em pequenos grupos e distanciamento social, os participantes foram acolhidos pelas equipes com aferição de temperatura, higienização das mãos com álcool e higienização dos calçados com tapetes sanitizantes.

Todos os locais estão ofertando diariamente oficinas de Esporte, Dança, Música, Jogos de Mesa, Ética e Cidadania, Artes, Artesanato, Expressão e Comunicação, cumprindo as regras sanitárias de prevenção à Covid-19 e em conformidade com as diretrizes de retomada das atividades presenciais do SCFV, desenvolvidas pela Secretaria de Assistência Social do Estado, Fecam e COEGEMAS.

Segundo a coordenadora do SCFV, Gladis Sarvalaio, os participantes estão retornando aos poucos após os responsáveis assinarem o termo de responsabilidade e ciência. As famílias podem, ainda, optar pela modalidade à distância, já que o serviço poderá operar em sistema híbrido conforme surgem as demandas.

"Levando em consideração a vivência deste cenário de pandemia, o trabalho não pode ser dissociado da realidade onde nos encontramos. Por isso, neste primeiro momento, o foco do trabalho está sendo o acolhimento dos usuários e orientação contínua sobre as medidas preventivas" comenta a coordenadora.