Chocolate ajuda a emagrecer se consumido de maneira moderada. Pinhão, apesar de ser calórico, em pequena quantidade não faz mal. E o álcool naquele vinho que apetece nesta época do ano, você não precisa abandonar, é só dosar. Essas são algumas das recomendações da nutricionista especialista em nutrição funcional, clínica e esportiva, Aline Simões Tonin, de 32 anos. Quando se fala em dieta, muitas pessoas imaginam um corte radical na alimentação, mas a nutricionista lembra que a palavra “dieta” é de origem grega e significa “mudança de vida”. A linha do trabalho de Aline é funcional. “A última coisa que eu olho no alimento, são as calorias”, diz ela. No inverno, quando as pessoas costumam diminuir o hábito de comer salada e frutas, devido o alimento ser gelado, a dica é esquentar uma fruta no forno por cinco minutos ou no micro-ondas por 30 segundos. Mas a profissional acrescenta que no micro-ondas pode-se perder um pouco de nutrientes por causa da radiação. Os legumes cozidos são opção para manter a alimentação saudável mesmo nos dias frios. As lojas que vendem produtos naturais sentem que no inverno a procura diminui, pois as pessoas tendem a buscar alimentos que saciem e sejam um pouco mais gordurosos. Em contrapartida, a procura por chás de todos os tipos aumenta em 80%, e a profissional atenta para o consumo equilibrado e consciente de bebidas quentes, como cafés. Apesar do café trazer benefícios para a saúde por conter cafeína, a bebida em excesso aumenta o nível de estresses e promove a perda da massa magra. O aconselhável é o consumo de duas xícaras ao dia. Para aqueles que têm o hábito de tomar café após as refeições, o indicado é esperar vinte minutos para só depois ingerir a bebida, pois assim o corpo consegue reter o nutriente do alimento. O vinho e as demais bebidas alcoólicas não precisam ser deixados de lado, basta moderar na dose. Se você consume “todos os dias uma latinha de cerveja, por exemplo, passe a consumir a bebida duas vezes por semana”. Essa mudança de hábito só tem a trazer benefícios para a saúde e depois de um tempo você não quer mais voltar a sua vida como era. “A palavra é equilíbrio”, enfatiza a profissional. Comidas com alto teor de gordura, por exemplo, trazem uma saciedade maior e por mais tempo. “Não adianta eu colocar no cardápio apenas maçã como lanche da tarde porque você vai sentir fome em menos de 30 minutos. Por isso, vamos equilibrando com alimentos que saciem, como pinhão que, apesar de ser calórico, em pequena quantidade não faz mal”, acrescenta. Outra dica essencial para quem quer ter uma vida mais saudável é se manter longe dos industrializados. “Ao invés de ir a um mercado, vá a uma verdureira. A natureza fornece tudo o que precisamos comer”, diz. A pedido do O Correio do Povo, Aline Tonin montou uma opção de cardápio de inverno saudável. Veja abaixo: CAFÉ MANHÃ - Panqueca fácil de banana (ovo caipira, banana, farinha de coco, farinha de linhaça, canela em pó) + chá verde sem açúcar. Ou banana com aveia e canela (aquecida no forno) + ovos mexidos sem óleo e sem sal e chá verde. LANCHE - Fruta quente (assada no forno) com canela em pó. ALMOÇO - Arroz integral, feijão cozido, frango ou bife magro grelhado, legumes cozidos. LANCHE - Pinhão, castanhas sem sal, frutas secas ou frutas. JANTAR - Sopas leves ou caldos (com legumes, frango desfiado, sem leite ou massas) CEIA - Quentão falso (chá de hibiscus, canela, cravo e gengibre) + chocolate amargo (sem lactose para intolerantes). RECEITA DE PANQUECA DE BANANA 1 banana + 1 ovo cru caipira + 1 colher de sopa farinha de coco + 1 colher de sopa de farinha linhaça ou outra sem glúten. Misture tudo com garfo ou mixer e despeje em uma frigideira antiaderente untada com óleo de coco, em fogo baixo. Vire com auxílio de uma espátula. Pode polvilhar canela ou cacau em pó na massinha, fica mais docinha.

lanche nutricional - em

A panqueca é uma refeição completa e, por isso, é ideal para o café da manhã