Milhares de devotos ocuparam as ruas em torno da Praça XV na tarde de domingo, assim como havia acontecido na noite de sábado, para acompanhar a 252ª edição da Procissão do Senhor dos Passos, uma das maiores tradições de Florianópolis. Num domingo ensolarado de mais de 30 graus, os fiéis acompanharam, antes da caminhada até a Capela do Menino Deus, a homilia do Arcebispo Metropolitano de Aparecida, o catarinense de Urubici, Dom Orlando Brandes, 71 anos, que foi marcada pelo tom político. Dom Orlando, convidado especial para realizar o Sermão do Encontro, aproveitou uma passagem onde a imagem de Nossa Senhora foi entregue quebrada em uma igreja para fazer uma comparação com o momento social e político brasileiro. “Essa imagem está quebrada como está quebrada a família brasileira; como está quebrado o Brasil; como estão quebrados os municípios”, disse. “Mas vamos recuperar essa imagem assim como vamos recuperar o nosso país. Precisamos de esperança no futuro. Então, este ano, votem conscientes”, completou para aplausos dos fiéis. Após a homilia a multidão seguiu as imagens de Jesus Cristo e de Nossa Senhora pela Praça XV, Rua Tiradentes, Rua Bulcão Vianna e Rua Menino Deus, até a capela no complexo da Irmandade do Senhor dos Passos.